Cara Menopausa,


menopausa

Foto Maurício Nahas para revista Estilo

Cara Menopausa,

Não quero ser mal educada nem nada,  mas que porcaria (pra não dizer outra palavra com “p”) você veio fazer na minha vida?!!!

Cá estava eu, calminha (bem, mais ou menos caminha) envelhecendo com uma certa dignidade.  Segurando a pele e os seios com delicados andaimes e PUM!  Você chega para atrapalhar todo o frágil equilíbrio.

Até aprendi a fazer as unhas e uma maquiagem toda iluminada que pelo menos em vídeo e fotos, com a ajuda de alguns filtros (ahhh… Filtros… se pudesse viver dentro dos filtros do Instagram e Snapchat!) e acreditava mais neles que no espelho.  Afinal, o importante é a ilusão, nem tanto a realidade.  Gata aos 54, tava no lucro!

Bem, sem se apresentar você chegou! De repente ficou mais difícil emagrecer, o libido começou a falhar, a memória virou uma amiga muito remota e os calores chegaram.  Você quer me explicar por que eu tenho que ser acordada tão repentinamente e indelicadamente no meio da noite.  Tô lá tranquila sonhando e sinto chegar aquele formigamento, primeiro lá atrás até subir à superfície do corpo todo!  Ufa!  Quando dei a permissão para que isso acontecesse?!

Culpo um pouco o universo.  Não faz o menor sentido pra mim que nós tenhamos que passar por isto enquanto nossos companheiros, mesmo anos mais velhos, ainda sejam serelepes!  Não é justo!  Mas se tem algo que aprendi solidamente durante o divórcio, foi que a vida não é justa.  Foi minha mãe quem revelou pra mim durante minhas inúmeras queixas… E sabe que ela tem toda razão?!

E falando nela, por ter tido dois cânceres na mama, ela me proibiu de fazer reposição hormonal… e eu acredito na minha mãe.  Nesse lado ginecológico (é assim que se diz?) somos muito parecidas!  Até uma terceira glândula mamária temos embaixo da axila! (Vocês podem imaginar o rolo quando dei de mamar?!  Os primeiros dias tinha que ficar com um braço levantado! Kkkkkk!)

Então aprendi a domar as tais injustiças.  Às vezes virando elas à minha vantagem.  Às vezes ignorando-as.  Às vezes colocando uma rédia.  Acredito que seja uma grande parte da vida e do sucesso saber direcionar a energia.  Mas você menopausa é teimosa!  E olha que disso eu entendo, sou Capricórnio!

Querida, pena que não podemos ter um bom relacionamento.  Sempre busco isto, mas como te disse, você chegou muito de repente, sem pedir licença.  Demorei 50 anos para aceitar quem eu era e meu corpo.  Tava toda tranquilona e agora não entendo por que às vezes se os lençóis não estão retos na minha cama eu explodo como se fosse a coisa mais importante do mundo.  Ou que estou trabalhando no computador e aquele libido, sabe, aquele que estava hibernando, acorda com um rugido de urso!  Ao qual eu mando um Whats ao Roberto: “Tô com tesão.”  E ele responde com um emoji do hominho correndo!   Hahhahha!

O que faço eu então?  Domo a situação e espero por ele com lingerie sexy na cama… Home office tem suas vantagens!

Com amor e ódio,

Consuelo

SaveSave

SaveSave

SaveSave

YOU MIGHT ALSO LIKE

Conselhos para jovens nesse Consuelo Responde
August 31, 2018
estilo para mulheres maduras
Estilo para mulheres maduras ou por que me visto como me visto
July 27, 2018
Existe vida depois do divórcio?
July 19, 2018
Refletindo sobre o pós ninho vazio…
June 22, 2018
O Grito do Silêncio: Uma daquela minhas cartas…
June 04, 2018
Bate-papo com o site Vem que a Gente Explica! 6 amigas com muita História pra compartilhar!
May 25, 2018
Lilian Pacce com candor!
May 03, 2018
Como seria a vida se tivesse certeza que tudo daria certo?
February 14, 2018
“Quebrando tabus!!” Eu na Claudia!!
February 05, 2018

101 Comments

Ana Maria Rodrigues
Reply 12 de March de 2018

Identificação total! A única ressalva é que a minha chegou antes dos 50... é, eu estava com 47... mas o que posso dizer é: estou enfrentando e não vou me abater! Força, foco e fé!

maria valéria de moraes
Reply 12 de March de 2018

Eu me identifiquei com tudo, de uns tempos prá cá os meus calorões diminuíram, mas o sono continua inquieto, adorei o post. Bjs

Adriane Mitidieri
Reply 12 de March de 2018

Pois é Consuelo, se serve de consolo, não estás sozinha! Mas sobre a reposição hormonal, acho que não se pode generalizar! Escutar a mãe é sempre bom, mas no caso de uma vida "miserável" cabe uma conversa com uma boa ginecologista especializada em climatério. Existem algumas opções aos tratamentos hormonais e os próprios tratamentos hormonais, bem indicados e sob controle médico, podem fazer MUITA diferença. Acho que a terapia hormonal é muito mal falada... mas salva vidas mais do que o contrário. Boa sorte para nós! bj

    Camila
    Reply 14 de March de 2018

    Concordo plenamente com você!!! As coisas evoluíram demais e hoje em dia pode não ser tão catastrófica a reposição hormonal! Mas somente com uma orientação segura e experiente de um médico de confiança!

Maria Elisa Ferrari Mallmann
Reply 12 de March de 2018

Um relato divertido e suave para um grande incômodo.
Perfeito o redirecionamento desta energia.

Andréa - Curitiba
Reply 12 de March de 2018

Ótimo post, Cons!!! BTW, Join The club!!!! Haha.....Talvez vc tenha tido a "sorte" em ter essa "mui" amiga já mais tarde, pois há mulheres que têm bem antes dos 50.... Um bom ginecologista te ajudará! Bjs e boa sorte!

Andréa De Melo
Reply 12 de March de 2018

Com esse texto tão verdadeiro e real, só posso comentar de maneira sincera também. É a pura verdade, primeiro nos construímos e depois vem a natureza humana e nos dá tipo ... uma rasteira com essa tal de menopausa. Realmente temos que curtir os bons momentos da vida, porque a unica coisa certa é que tudo muda!

Mara A Novacki Fernandes Luiz
Reply 12 de March de 2018

Faço reposição Hormonal há mais de 16 anos...para mim é qualidade de vida... só pretendo parar com uns 90 anos...hehe!!
Converse com um especialista sobre Modulação Hormonal Bioidentica...
Fique bem!!

Wal Galvão de França
Reply 12 de March de 2018

Bem-vinda cara amiga!!!

Jovita Agra
Reply 12 de March de 2018

Bem vinda ao clube, dear Consuelo. Esta p... de menopausa vem mesmo para tirar a gente do sério, mas como com mulher não se brinca, a gente procura tirar de letra. Sei que vc vai encontrar uma fórmula para "driblar" estes incômodos. Também não fiz reposição hormonal, não foi necessário, e tb os calorões não me afetaram muito (até pq calorão de verão aqui do nordeste já é para matar rsrsrs). Agora estou tendo que lidar com a falta de sono, mas vou administrando para não pirar na batatinha. Beijo e boa semana a todos do Salotto.

Vanessa dos Santos Querido Rodrigues
Reply 12 de March de 2018

Amei o post vc trata de assuntos sérios com leveza! obrigada! Um bjo!

Mia Athayde
Reply 12 de March de 2018

Hahahahahahaha!!!!
Vc arrasou neste texto im-pe-cá-vel!!!!
Congrats querida!

Patricia
Reply 12 de March de 2018

Consuelo, faça as pazes com a natureza. Não há outro caminho. Não deixe que a sociedade te convença que há algo estranho na menopausa. Ela é tão estranha quanto menstruar, engravidar, parir, amamentar. Ela faz parte de ser mulher. Os calores passarão...sua feminilidade não! É só uma questão de ajustes...

    consueloblog
    Reply 12 de March de 2018

    Boa! bjs c

    Denise Luna
    Reply 12 de March de 2018

    Adorei, Patricia!

    Gloria Jane Melo
    Reply 13 de March de 2018

    Interessante, gostei de fazer as pazes!!! Hoje aos 66 anos brinxo que estou na segunda TPM : tranquilidade pós-menopausa. Acho que fiz as pazes sim!

Sandra Christina Araujo Souza e Silva
Reply 12 de March de 2018

Kkkkkkkk
E a cinturinha de pilão que tinha, aonde foi parar?Ganhei, sim ganhei sem pedir 10 kg a mais...Agora tenho forma de ovo!😳

Vitoria
Reply 12 de March de 2018

Adorei o texto! Preciso compartilhar com as minhas amigas 5.alguma coisa como eu.

elizabeth vaz de alcantara
Reply 12 de March de 2018

Estupendo texto! Quanta graça e leveza ante um assunto tão cacete! Vc nos ensina que sempre se pode ver as coisas com bom humor, e isso pra mim, que tenho excesso de futuro ( ansiedade) é uma lufada de otimismo! Thanks

Rosana Gioseffi Motta
Reply 12 de March de 2018

É de fato, um momento avassalador nas nossas vidas, mas faz parte e vai passar, assim espero! Me encontro um pouco mais adiante que vc, ela me pegou aos 53 anos, hj estou com quase 58 (18/04 e meu aniversário), mas desde o começo faço uso da tibolona, uma reposição hormonal sem os efeitos colaterais dos hormônios sintéticos. Um especialista poderá te explicar melhor a atuação da tibolona no organismo, mas posso te dizer que foi um grande alívio e ainda é, pois continuo usando esta reposição até hoje e nem penso em parar! Bjs

Neusa Popinigis
Reply 12 de March de 2018

Texto incrível, leve e divertido mas absolutamente sério e correto sobre um assunto tão dificil para nós, mulheres.
Minha menstruação simplesmente parou no mês em que me separei do meu segundo marido. Eu tinha 48 anos e ele tinha um caso com uma garota de 24. Em um certo dia em outubro de 1998 ele finalmente confessou o que negava veementemente e dizia ser fruto da minha imaginação. Mas a minha imaginação, embora sempre fértil. não inventara a existência da criatura que invadia a minha intimidade.
Ele então finalmente me confessou que embora eu fosse a mulher da vida dele, estava apaixonado , precisava viver o momento mas voltaria , e que eu apenas precisava esperar que ele voltasse . Nunca mais menstruei, e a minha tiroide disparou e antes que a minha ginecologista descobrisse, fui tratada pelo meu psiquiatra como depressiva. Tomava remédio pra levantar da cama e outro para ir para a cama. Com tudo isso, nunca tive as tão terríveis ondas de calor que eu via atormentarem a minha mãe, não engordei e não tive alteração de libido, quando encontrei um italiano maravilhoso que me mostrou , cinco anos depois, em Florença, que eu ainda podia ser feliz. A história linda com ele não continuou, mas me fez sair de vez dos laços que ainda me prendiam ao ex.
Nunca fiz reposição hormonal porque tive uma trombose aos 36 anos, por causa de um acidente de carro, e estou hoje com setenta anos(que completarei em agosto) e tenho um namorado da minha idade que não se queixa de nada a meu respeito, pelo contrário.
Então, Consuelo, penso que muito dos horrores dessa menopausa que aterroriza a maioria das mulheres não me atingiu. Mas amei o teu texto. E a oportunidade de desabafar aqui.
Ah, ele não ficou com aquela moça. Casou-se mais tarde com uma mocinha bem mais jovem.

    Viviane Oliveira
    Reply 12 de March de 2018

    Neusa, adorei seu texto e sua coragem de dividi-lo conosco!

      Andrea - Curitba
      Reply 13 de March de 2018

      Neusa, que bom que vc superou essa fase e esta muito feliz agora!! Bjsss

        neusa popinigis
        Reply 14 de March de 2018

        Que bom, Viviane, me fêz tão bem....

    Nazaré Paixão
    Reply 13 de March de 2018

    Que delícia de história. Sei que foi sofrida mas, linda. Parabéns por sua coragem, e a vida segue. Uma hora tudo dá certo.

Estela Maris
Reply 12 de March de 2018

Como a vida pode ser dura e ao mesmo tempo linda com as mulheres! Ainda menstruo aos 54 anos religiosamente tds os meses, mas, apesar disso, sinto que alguma coisa está mudando dentro de mim e que não tenho controle sobre isso... Minha libido foi pro espaço pq qq coisa me irrita e tira o pouco de vontade que sobrou... ultimamente prefiro os filmes e os livros onde os romances acontecem sem que se precise fazer nada ahahahaha tenho pensado em reposição hormonal pq gostaria de viver essa fase de forma mais leve e com menos perda. Será que é possível?

Denise Luna
Reply 12 de March de 2018

Amiga, onde assino? kkk Eu também não faço reposição hormonal de jeito nenhum! Porém, o uso de progesterona e testosterona é benéfico e não dá câncer, mas seu médico irá lhe aconselhar. E o uso dos cremes vaginais é essencial também, ou a gente vê estrelas.
Agora, por que esses rapazes também não sofrem, heim???? kkk
Bjs e busca a sua melhor opção de ajuda, amiga!

Narciza
Reply 12 de March de 2018

Pois é comecei com calorão e fiz reposição hormonal, resultado câncer de mama, retirei 100 gramas de mama e bola pra frente, tomando um medicamento pra retirar o hormônio durante 10 anos e fazem cinco anos que tomo o bendito, engordo sem comer, pele do rosto horrorosa e sofro com essas benditas ondas de calor. Faço 64 anos em Junho, mas nada tira meu bom humor, passeio, cinema e um bom vinho que ninguém é de ferro. Beijos.

    consueloblog
    Reply 13 de March de 2018

    Vc é Fantástica! bjs c

Viviane Oliveira
Reply 12 de March de 2018

Não se sinta sozinha nessa cruzada, Consuelo! Entrei na menopausa aos 46 anos, hoje tenho 51 e ainda não me relaciono bem com o fato. Também acho um privilégio os homens não passarem por nada disso e ainda terem um certo preconceito quando falam do assunto.

ANA PAULA VARCA
Reply 12 de March de 2018

Adorei, texto super bem humorado para falar de algo que não tem graça nenhuma. Super me identifico.
Beijos e sucesso.

Ana
Reply 12 de March de 2018

É muito cedo para acertar as contas com ela...mas vá pensando em usar hormônios pois és vaidosa,trabalhadeira e tens um parceiro recente:motivos gigantescos para terapia de reposição. Bon voyage

Claudia
Reply 13 de March de 2018

Concordo com tudo!
Mas só esclarecendo: existe a andropausa também! Muitos e muitos homens precisam repor testosterona para manter um certo “equilíbrio”. Além disso, tem o Viagra né? 😉

Helena
Reply 13 de March de 2018

Consuelo, parei de menstruar aos 44 anos! Comecei uma reposiçao hormonal e tive um rompimento num vasinho di cerebelo, sem maiores complicações e sequelas. Foi um susto. Mas Deus me deu uma recompensa, não tive nenhum sintoma desagradável da menopausa (apenas menospau, com diz Macaco Simão kkk). Hoje tenho 59 anos. Nao ganhei peso e nem fiquei como um maracujá de gaveta como alertava o médico, caso não fizesse a reposição. Lido muito bem sem reposição. Não aparento a idade que tenho, principalmente depois que a conheci - você me inspira a me vestir melhor. Sou adepta de algumas grifes que vc usa (adoro). Sou capricorniana, como você e me identifico muito com seu estilo e modo de vida. Tens alegria no viver e isso ajuda muito a superar essa fase. Nem todas têm os efeitos negativos. Você não terá. Acredite. Bjs

Stephanie
Reply 13 de March de 2018

Thank you for your honesty and your elegant Sand subtle Sense of humor. 😘

    consueloblog
    Reply 13 de March de 2018

    thank u for dropping by and leaving a note! bjs c

Denya
Reply 13 de March de 2018

Consu,
Que lindo e bem humorado relato para o assunto em questão. Tenho certeza que vc vais encarar e passar por esse momento da melhor maneira possível. Bacione! Denya

Fábia Willert da Rocha
Reply 13 de March de 2018

Faz reposição!! A vida volta ao normal! Essa associação ao câncer é bobagem. Antes da reposição já havia câncer de mama, e continua existindo em mulheres que fizeram ou não a reposição hormonal. Meu médico me explicou tudo e faço tranquilamente, voltei a ter minha vida de volta. Tenho 53 anos e quero viver bem até o final! Não adianta ficar pensando em “... mas é SE acontecer?” A vida não admite hipóteses, cara Consuelo ...

Carla Esposito
Reply 13 de March de 2018

Estou passando por isso c muito bom humor! Tenho acompanhamento de uma médica excelente, ortomolecular, trouxe -me de volta o equilíbrio. É a lei da vida.., Excelente texto, amo sua sinceridade. Beijo

Vanessa
Reply 13 de March de 2018

Que lindo texto!
Maravilhoso.
A minha cara menopausa chegou cedo. Veio me avisando antes de chegar... mas demorei 4 anos para aceita-la. Ainda não sei como lidar...

Maria Lúcia Rosa C R alves ( luciarosa no Instagram)
Reply 13 de March de 2018

Adorei! A Minha chegou ao 47 anos . Fiz reposição 6 anos. Mais do que isto meu médico proibiu. Acredita que hoje aos 70 (sniff snif me sinto com 50) ainda sobe às vezes aquele calor horroroso no rosto... enfim .. o importante é que continuas bela e charmosa .....

Sheila
Reply 13 de March de 2018

Converse com seu ginecologista sobre modulação hormonal com bioidenticos!! Viver assim siceramente...NINGUÉM merece!!!

Karoline Fernandes
Reply 13 de March de 2018

Estou firme com minha mãe nessa!!! Eu corri para o abraço quando a peguei chorando.... Ou explodindo.... Com calor com dor.... Sim! Elas sentem dor, a cabeça delas passa milhões de coisas.... Ela não gosta quando esquece as coisas ou quando contrariam ela por algo.... Ela não pode fazer reposição de hormônios porque "minha família erdou uma doença genética que não permite fazer uso"....
Ela tem uma força absurdamente incrível.... Minha mãe estou com você SEMPRE!! No calor, na dor na explosão nos dias tensos.... Estou aqui e eu te amo!!

Falei para ela tudo isto... Nós choramos e nos abraçamos.... E fim...

Cassiano Soares Lopes
Reply 13 de March de 2018

Texto estupendo!
Dá uma rasteira nessa zinha e não deixa ela te amolar.
Morro de calor também, mas espero que mesmo na casa dos quarenta, ainda não seja andropausa...
Bjocas!

Cristine Oliveira
Reply 13 de March de 2018

Ah Consuelo!!!! Você é fantástica!!!
Enviei a sua carta pra minha!
Bjs

EDVANE LEITE DE ARAUJO
Reply 13 de March de 2018

A-D-O-R-E-I o texto porque é assim que eu vivo nos ultimos 03 anos apesar de ainda esta com 48 anos. Mas é terrivel esses altos e baixos no humor, na libido, em tudo. Obrigada pelo assunto em questão. Beijão

Andrea Motta
Reply 13 de March de 2018

Texto excelente sobre um tema tão delicado. Adoro a sua sinceridade, espontaneidade e humor!!! Parabéns! Tenho 53 anos, sou capricorniana e me identifiquei com cada frase da sua carta à menopausa. Beijos.

fernanda ventura
Reply 13 de March de 2018

Chorei de rir, parecia que vc estava falando de mim kkkkkkkkkkkkkkkkk, muito bom kkkkkkk

Karoline Fernandes
Reply 13 de March de 2018

Eu esqueci de falar mais umas coisinhas.... Eu só queria ter o poder de arrancar essa "Menopausa" da vida da minha mãe.... Se eu pudesse faria.... Mesmo sabendo que eu também vou passar por isso um dia....

Mary Valeriano
Reply 13 de March de 2018

Faço 50 daqui a 2 meses e Vixe Maria! Esses calorões tão acabando com minha vida.
Descobri que folhas de amora (vende em erboristerie) ajuda um pouco aliviar o calorão, mas o sobe e desce do humor e da libido sò Deus mesmo.
Muito obrigada por esse texto.

Ana M. esteves
Reply 13 de March de 2018

Olá Consuelo!! ADORO as suas publicações, há imenso tempo que, diariamente "espreito" o seu blog, e a verdade é que o considero O MELHOR DE TODOS. Tenho 54 anos (com menopausa a reboque), sou de Lisboa, adoro Florença e espero que continue sempre assim...linda, inspirada e inspiradora. Beijinhos

Ludmila
Reply 13 de March de 2018

Consuelo,
Eu sigo o seu blog acho que desde o início. Vc é uma fonte de inspiração, pelo seu jeito simples, honesto e bem humorado de viver. Pode confiar, depois que a gente domina a menopausa ela se torna nossa melhor fase, porque com ela aprendemos a agarrar e saborear as boas surpresas que a vida nos traz. Bjs

Maria Angelica
Reply 13 de March de 2018

Excelente texto..amei. Você retratou fidedignamente o que é esse martírio chamado menopausa...bjs

Milene Paladini
Reply 13 de March de 2018

Adorei o texto, ainda não estou lá, mas já já chego!

Sandra Rebelatto
Reply 13 de March de 2018

Querida Consuelo.
Sei exatamente o que você está vivendo. Perda de memória e ganho de peso, cabelo caindo, pele seca... Também não faço reposição pois também tenho histórico de câncer na família da mamys. De repente o corpo, que funcionava tão certinho... vira uma bagunça... fora os dias em que nos sentimos over... mas te garanto que passa. É uma fase, que necessita paciência (muita) e bom acompanhamento médico. É justo? Acho que não, mas teremos que atravessá-la de qualquer forma. E como somos mulheres fortes, sairemos ainda melhores, igual vinho! E mais belas, aquela beleza que só as mais maduras têm. Bjk!

    fatima
    Reply 13 de March de 2018

    Por favor Sandra..o que vem depois? louca para saber se a minha redenção esta próxima kkkkkk não sinto muito calor, e meu corpo esta .... um corpo de 56 anos! Libido? o que é isso? mas o pior é o humor!!!! é uma montanha russa que começa o dia melancólica, depois passa pra alegre, depois explode de raiva, depois chora e depois ... depois começa tuuuudo de novo. Pelo amor de Deus, falta muito para esta maldição acabar??????

      Sandra Rebelatto
      Reply 13 de March de 2018

      Fátima, depende muito. Tenho uma amiga que simplesmente mudou de fase, não sentiu praticamente nada. Minha mãe ficou 10 anos nesse processo. Eu comecei há pouco mais de um ano. Mas tô tentando levar numa boa. Procuro me cercar de coisas que gosto, tenho meus sonhos e objetivos. Sei que vai passar, e sigo em frente.

        fatima
        Reply 14 de March de 2018

        obrigada.. seguir em frente né? bjs!!!

Rosana Fiedler Buerger
Reply 13 de March de 2018

Consuelo vc está fazendo o que nos resta fazer, levar com bom humor, pq como tudo na vida, tbém passa. E a nossa geração e a de nossas mães tbém são cobaias dos estudos sobre reposição hormonal. É tdo mto recente.
Agora, se me perguntarem se na próxima quero voltar mulher de novo, a resposta é NÃO! Kkkkk
Ah, em tempo, vc é ainda mais bonita pessoalmente, sem filtro, pq tem uma energia luminosa! Bjo

Luzia
Reply 13 de March de 2018

Que maneira tão maravilhosa, espontânea e honesta de falar sobre esse assunto, Consuelo!! Parabéns!
Um forte abraço e coragem! :)

Laurinda castellani
Reply 13 de March de 2018

Olá Consuelo! Gostei muito como vc apresentou essa bruxa má chamada menopausa ! Me identifiquei 100porcento kkkk... tenho 49anos - meno precoce!!!O que fazer , juntemos aos inimigos se não pudermos vencer !mulher é mais um obstáculo entre tantos da nossa jornada ! Tiramos de letra !! Com anos sua admiradora de sempre bjos

MARY NASCIMENTO
Reply 13 de March de 2018

Querida, tive menopausa precoce aos 30 anos, mas não sei se por causa , da minha descendência indígena, não senti nada, ouço demais minha geração reclamando, hoje com 57 anos, dizem que aparento menos. Mas na época lembro que meu namorado trazia bastante AMORAS. Ah tome também o chá da folha de amora, dizem ser excelente.

Lili
Reply 13 de March de 2018

Estou aqui na recuperação da cirurgia que retirou útero e adjacências. Numa tristeza profunda. Com medo do amanhã é a esperança no hoje. Vamos lá...viver um dia de cada vez, do modo que nos resta. Bom saber que não estamos sozinhas. Um bj carinhoso e compreensivo.

luciene felix lamy
Reply 13 de March de 2018

Consu, donzela, amei teu post, super me identifiquei e, olha só a cartinha que a bendita acabou de deixar aqui:

Caríssima Consuelo,

Saiba que não interpreto esse seu desabafo como mal educação, pois causo angústia e incômodo, eu sei. No entanto, contudo, todavia, permita-me algumas linhas em minha defesa, amiga.

Se serve de consolo, não, não é nada pessoal, absolutamente! Eis aí os comentários no Salotto (sem falar em seu Insta e Facebook) que não me deixam mentir. Aliás, tenho bilhões de “haters” na web, um horror!!!

Bem, como estava dizendo, o desconforto que causo (sem distinção de raça, cor, credo, religião, estado civil, grau de escolaridade, situação econômica, etc.), indiscriminadamente – em maior ou menor grau –, acomete a todas as mortais.

E todas sabem que, uma vez nascidas, caminham para a morte, para a finitude. Estão cônscias também de que, somente aos privilegiados é concedida a honra e a graça de vivenciar esse caminhar, esse processo – adiável, mas inevitável – chamado envelhecimento.

Geres, da qual sou um dos prenúncios, é apenas mais um dos tormentos presentes na caixa de Pandora, enviada por Zeus, devido ao fato de Prometeu ter presenteado os humanos com o fogo divino (consciência/conhecimento).

Nisso, os animais têm vantagens sobre nós, pois ninguém vê uma cadelinha ou uma gatinha melancólica, angustiada por conta dos calores, dos carboidratos ou sonhando com uma blefaroplastia.

Mas, voltando ao que eu dizia, queira perdoar, amiga, mas (sim, a Verdade dói) não há como clamar por “equilíbrio” diante do quadro que rege justamente o que nos define, Consuelo: mortais!

Talvez você me considere dura, cruel... Mas, afinal, você prefere a pílula azul ou a vermelha? Bem, enquanto decide, sejamos sinceras: você está no lucro! Olhe para trás, avalie o quanto realizou (e realiza!), contabilize a qualidade de vida genuinamente vivida, o amor, a atenção e o cuidado dispensado a todos que amas e te cercam. E, claro, tudo o que ainda tens por viver.

Você me acusa (injustamente), de surgir de repente, quando na verdade eu já estava prescrita: “por trás de todo berço existe um túmulo”. É vero: o metabolismo mais lento, a libido e “mnemósyne” em baixa, os famosos “fogachos”, o sono interrompido... Que posso dizer?

Antes de desaparecer, a rosa, outrora um botão, murcha. Aos pouquinhos, murcha. Quem sabe um dia, suas pétalas, já secas, marcarão a página de um livro de alguém. Ah, só a poesia...

Otimismo, mulher! Tudo é uma questão de “régua”, pense heracliatianamente (Panta Rhei – Tudo flui). Há como não ser dolorido para os bebês os dentinhos de leite irromperem a gengiva? Há como não ser angustiante para os adolescentes dizerem “Adeus” à infância? Há como não ser dilacerante reconhecer que nossos netos enterrarão seus pais?

Metabolismo, libido, memória... É o preço por mais de meio século caminhando serelepe sobre a Terra, donzela! A natureza não pede, impõe! Talvez aqui valha o famoso “aceita que dói menos”.

Ah, agora nomeaste, apropriadamente, o bode expiatório: o universo! Os antigos chamavam de “phýsis”, natureza que, nem boa nem má, apenas é o que é.

Atentas à “injustiça” no tratamento de Geres com os homens? Há a andropausa... Mas ainda bem que, ao menos eles, estejam sendo poupados! Já imaginou se os sintomas citados acometessem a todos, que caos?

Sua mãe está coberta de razão! Não, nem a “physis”, a vida, nem mesmo as pessoas são justas. No entanto, se não podemos nos esquivar das injustiças, está em nosso poder escolher como reagir a elas. E sua limonada tem sido refrescante, deliciosa!!! É siciliano?

Penso que a decisão por reposição (ou não) é muito pessoal, mas acredito piamente e acato os “pitacos” das mães.

Viu só como nos entendemos? Eu também sou Capricórnio e, às filhas de Chronos (Saturno) é concedida a dádiva do tempo (sobretudo esse meu, de pausa) à favor.

O que você chama de teimosia eu chamo de inexorável. Podemos sim, minha querida amiga, desfrutar de um ótimo relacionamento! Não posso ir embora. Também não quero que você vá. Aos pouquinhos, a gente vai se acostumando uma com a outra.

Apenas considere que, embora nem fosse necessário me esperar com tapete vermelho (aliás, eu chego logo retirando tudo o que é vermelho), eu já estava sim, “programada”.

Minha prima, a Menarca, também estava prevista, lembra-se? Mas para ela, tudo é festa! Agora sou eu que lamento: a vida é injusta! É festa para a Nova, para a Crescente, para a Cheia, mas ninguém brinda ao aconchego da Minguante...

Dizes: “Demorei 50 anos (...) tava toda tranquilona (...)”. Ah, confesse, amiga: as mulheres nunca estão realmente tranquilas e isso não tem nada a ver comigo! Pergunte às de 20, 30, 40, 50, 60... Ops! Quem sabe após os 70, não havendo outro jeito? Eu atuo nisso, sabia? Na paz suscitada pela sabedoria presente na... Pausa!

Aponto os caminhos possíveis para o desfrute dessa almejada “tranquilidade”.

Quanto aos lençóis “y otras cositas más” que não estejam “retas”, a própria natureza oferece o “pharmakon”: chás de folhas de amora, óleo de prímula, etc. E, as coisas estando “orto” (retas) aqui dentro (do ‘cuore’), minimizam toda a bagunça lá fora.

Como já dei a entender, eu sou das últimas e mais preciosas jabuticabas; eu sou aquela peneira que separa o joio do trigo!

Eu sou qualidade de vida, sobretudo de alma, pois atuo justamente no desenvolvimento da acuidade de se identificar quais são realmente as coisas mais importantes do mundo. Coisas que nem são desse mundo.

Ah, e olha aí você, privilegiada, numa lingerie bem sexy, em seu home office, contando com todo o amor e carinho desse maravilhoso maratonista fiorentino. WOW!!!

Com philia a sophia,
Menô.

    Gloria Jane Melo
    Reply 13 de March de 2018

    Querida Lu,
    Comentário digno do texto principal!!! Fez um lindo contra-ponto! É a vida que não pára. É o tic-tac do relógio que nos lembra que nada é estático.
    Beijos!

    Jovita Agra
    Reply 14 de March de 2018

    Você sempre incrível, mestra Lu. Que texto! Bjos.

    consueloblog
    Reply 30 de March de 2018

    Lu, vc é demais! bj c

Teresa
Reply 13 de March de 2018

É mulherada, "tamo junto"! Eu tive mais problemas no início do climatério que agora na menopausa, mas quem me ajuda muito é meu clínico geral. Como ele tem uma formação e conduta mais holística, trata a menopausa de uma forma mais completa que um ginecologista (e o meu é meio careta-convencional), pois há vários hormônios no jogo, além do estrógeno e progesterona. Muito legal abrir esse canal aqui pois quanto mais informações, melhor. E melhor ainda o apoio que todas nós sentimos na leitura dos relatos das outras. Beijão!!

Maria Clara Porto
Reply 13 de March de 2018

Ótimo texto, Consuelo!
Também nunca fiz reposicao hormonal, apenas um fitoterápico e o creme vaginal, deu umap nos sintomas. Mas o que mais me chamou a atenção é que também tenho glândula mamária na axila....! Achava que era só eu, nunca soube de outra mulher apesar do meu ginecologista sempre ter me tranquilizado...beijo grande e parabéns pelo texto!

    Márcia
    Reply 14 de March de 2018

    Maria Clara, também tenho um resquício de mama na axila. A minha mama extra-numerária inchava e doía tanto na TPM que o médico optou por retirar. Ainda assim sobrou um pouquinho. Tenho até uma verruguinha micro que, segundo o médico, é um mamilo embrionário. Por conta disso, sou 10 vezes mais encanada com essa questão de câncer de mama pois já pensou com 3 mamas e uma delas numa região super próxima de nodos linfáticos? Meu médico me tranquiliza mas sou cautelosa.

    Consuelo, mais um texto seminal. Junto este da maldita "M" àquele do Divórcio para a galeria dos posts inesquecíveis. Ainda não estou na menopausa (46 anos), mas sinto que não vai tardar muito. Enquanto isso vou aprendendo com a experiência alheia e preparando a minha cabeça.

    Um grande beijo

      consueloblog
      Reply 14 de March de 2018

      Obrigada Maárcia querida! bjs c

Andrea
Reply 13 de March de 2018

Querida, chá de folha de amora é milagroso e pra reposição hormonal que embora ainda não esteja passando por isso já estou lendo sobre por conta dos casos de câncer na família, tem o natural, a isoflavona, Mães de amigas minhas usam sem problemas. Quem sabe não é a solução? http://www.inca.gov.br/conteudo_view.asp?id=673
boa sorte linda!

bjimm

lucinda oliveira
Reply 13 de March de 2018

Fiz reposição hormonal por curto período,pois em nada aliviava o calorão nem o suor que me molhava toda!Aceitei a fase ( aproximadamente 10 anos) e hoje aos 74,estou bem.Não mostro a idade que tenho, mas digo sinceramente,tudo passa se temos um homem bom,compreensivo e que nos ame.Bola pra frente Consu,tu tens isso, nós sabemos!

Nazare Paixão
Reply 13 de March de 2018

Consuelo, é tudo tão difícil, e você faz parecer mais fácil. Adorei sua narrativa, me vi nela em muito trechos. É isso, mas sigamos, pois o melhor está por vir.

Marcia Setti
Reply 13 de March de 2018

Querida,
Eu juro para você que a ANDROPAUSA é muito, muito pior!
Espere o Roberto chegar aos 65/70!
Beijo

Marcia Setti
Reply 13 de March de 2018

Ah! Faça a reposiçao com soja!
Ajuda muito.

Patricia Morais
Reply 13 de March de 2018

Cara Consuelo ,
Tudo que disse sinto o mesmo... e em recente consulta a endocrinologista, ela usou um termo para mim : menopausada , pois peso e outras coisas da consulta me colocavam nesse nome . De tudo que ela trás , só posso dizer que estou viva e procurando encontrar um jeito de conviver com essa mulher de 55 . Então acredito que você vai tirar de letra . Bjos

marco antonio comissoli
Reply 13 de March de 2018

Lamento Consuelo , mas vai passar ! E ao Roberto ficção ou realidade) .........MUITA PACIÊNCIA !!!

Aurea Borne
Reply 13 de March de 2018

Ah, envelhescência... essa fase da vida em que ao invés de explodir os hormônios minguam, assim como a paciência, o ânimo, a libido... em compensação a dobrinhas e rugas se acentuam... crônica de uma morte anunciada. Passei por isso e quase não me reconhecia mais, não queria ser assim. Por sorte pude fazer reposição hormonal por um tempo, os incomôdos foram atenuados e ressusgi, meio amarrotadaa para a nova fase. Já são 10 anos desde o início aos 48. Hoje ainda convivo com alguns inconveniêntas da "dita", a vida segue. Identificação total, vc como sempre, falando diretamente ao âmago feminino, nós, lindas, fortes, independentes, mas ao mesmo tempo tão vulneráveis. Como diz o ditado, sejamos como o bambu, que mesmo no vento forte, verga, mas não quebra. Bj no coração

Gloria Jane Melo
Reply 13 de March de 2018

Por opção pessoal também não fiz reposição hormonal. Tenho vários casos de câncer de mama na família, inclusive mãe e tia materna. É muito forte. Mesmo minha ginecologista oferecendo opções, recusei. Penso que o câncer por si só já é uma doença difícil, associado a alguma culpa é bem pior.
Optei pela segunda TPM (tranquilidade pós-menopausa)
Bjos

Marcia Aguiar
Reply 13 de March de 2018

Concordo totalmente com você. Menopausa é um m....! Eu tive uma menopausa abrupta por conta de uma histerectomia total aos 48 anos. Um dia estava me esvaindo em sangue por causa dos miomas e no outro não tinha mais útero nem ovários. Rapidamente os hormônios que restavam no corpo sumiram e o corpo se transformou num ser desconhecido. E o pior de tudo pra mim foi o envelhecimento da pele. Sempre pareci ter muitos anos a menos do que realmente tenho e agora pareço mais velha do que sou. Acho uma puta sacanagem as mulheres sofrerem tanto na maturidade e os homens ficarem serelepes por tanto tempo. Not fair...

Guacira
Reply 14 de March de 2018

Consuelo e amigas do Salotto,
Tenho 53 anos e enfrentava todos os sintomas na "nossa amiga Menopausa" quando fui apresentada à Yogaterapia Hormonal. Trata-se de uma série é exercícios de yoga adaptados pela brasileira Dinorah Rodrigues para a fase da menopausa. No início do texto usei o termo "enfrentava" porque, após o início da prática, por três vezes por semana, não sinto mais os calores´, minha memória e humor melhoraram demais, minhas taxas de hormônios subiram a ponto da minha ginecologista dizer que rejuvenesci biologicamente. Com tantos benefícios eu me pergunto porque esta técnica é tão pouco conhecida?
Não conheci a Dinorah, pois fiz aula com uma pessoa que fez o curso com ela, mas sou doida para conhecê-la. Sei que ela viaja pelo mundo apresentando a técnica, que já foi inclusive estudada pela USP. Na internet é possível encontrar informações sobre a yogaterapia hormonal. A própria Dinah tem um site e ela vende livro e DVD com a prática.
Eu também não posso fazer reposição hormonal em função de casos de câncer na família e a yogaterapia hormonal fez milagres em mim. Ainda luto com a secura do cabelo, mas sei que vai melhorar.
Quanto ao tempo que estes incômodos ficam a nos atormentar, digo que minha mãe, aos 75 anos de idade, ainda sente as ondas de calor, mas não teve paciência para praticar a yogaterapia.
Um beijo! E tenhamos sempre forças para enfrentar os desafios que a vida nos impõe! Avante! Sempre!

Malu Estrela
Reply 14 de March de 2018

Querida Consuelo, obrigado pela sua generosidade de “trocar figurinhas “ comigo. Penso q para cada situação fisiologica da menopausa vamos aos poucos nos acertando. Para mim, a não reposição hormonal, chá de folha de amora e óleo de primula e borragem, um creme vaginal (que ajustou a secura e a libido), uma medicação p insônia (que eu já tinha há muitos anos), ar condicionado e leques descolados(agora entendi pq toda loja de museu tem eles rsrsrsrs) e principalmente, a mágica da malhação diária com um personal foram a melhor linha, mas o que me entristeceu muito no início da minha menopausa (parei de menstruar aos 54 e hj tenho 56) foi um certo sentimento de solidão, de inadequação e de invisibilidade e para estes percebi que o melhor remédio é a sororidade, o acolhimento de outras mulheres, amigas próximas ou até as virtuais...é claro q poder contar com um parceiro (eu tenho um amor há mais de 30 anos) também ajuda, mas o que nos dá força mesmo é a empatia feminina. São as outras mulheres que nos fazem enxergar que continuamos fazendo parte do mundo e que podemos fazer isso com a nossa “nova” beleza, maturidade, sabedoria e energia, afinal somos mulheres e, portanto, de fases. Um grande beijo. Voce se fixou para sempre no meu coração.
Ps.: descrevi a minha solução para a menopausa pq acho q muitas opções nem os médicos sabem e que o “tratamento “ da menopausa ainda é muito pela tentativa e erro e pela sabedoria compartilhada por nós mulheres.

    consueloblog
    Reply 15 de March de 2018

    Estamos todas aqui compartilhando para nos ajudarmos! Todas um pouco perdidas pois é muita novidade junta e procurando a nossa estrada. Qualquer sugestão é ótima para tomarmos em consideração!
    bjs
    c

Mirian
Reply 14 de March de 2018

Estou com 68 anos e continuo sentindo isto tudo!!!! Mas, vamos em frente que tem coisa muuuuito pior na vida. Beijos e estamos juntas.

ANA
Reply 14 de March de 2018

Minha queridinha Consuelo, non posso concordare di pú con te: questo della menopausa é una cosa terribile... tutto quello che hai scritto, calori notturni, tensione, umore strano e malo per stupidagine totale ecc ecc...
Alla fine spero se passa nel meglio modo possibile come hai detto anche tu, mente positiva!!! ti abbraccio mia cara
Ana - Soltantouno

Sandra Romeiro Santos
Reply 14 de March de 2018

Identificação total. A minha porém, foi precoce, aos 38!
E quanto ao divórcio...Sim, há coisas injustas nessa vida.
Sofremos, choramos, gritamos, mas o melhor é que nos levantamos e sacudimos a poeira! Bora viver mais e melhor. Beijo.

Ale Leite
Reply 14 de March de 2018

Gente....e eu que achava que só comigo isso estava acontecendo...porque minhas amigas da mesma idade não sentem nada e as amigas mais velhas já passaram....me sentia solitária e sofrendo sozinha....mas depois disso vejo que somos milhares!!!! Graças a Deus ! Faço reposição hormonal bioidêntica há 2 anos - não acordo mais cena de CSI com corpinho desenhado no lençol de suor, mas o tesão pelo chocolate ( que eu nunca tive e não como doce ) é totalmente novo pra mim e sou capaz de pegar o carro as 10 da noite e ir comprar um pra não matar ninguém... SOCORRO !!! Ganhei peso, os cabelos ficaram bem brancos, a libido bem mais ou menos mas as coisas estão aos poucos voltando ao controle, menos a vontade absurda do chocolate....aquele dark chocolate com sea salt então é de matar. Beijos e vamos que vamos....Bora tomar muito shake e manter o bom humor !!!!!

    consueloblog
    Reply 15 de March de 2018

    Isso mesmo!! Pois tem coisa bem pior q chocolate como problema, né?! Adorei! bjs c

Ana Paganini
Reply 15 de March de 2018

Nossa como eu te entendo e me identifiquei com cada linha. Para meu desespero a minha 'menô" é precoce, assim como foi com minha mãe!
Sou uns 9 anos mais nova que você e já sinto os efeitos desta intrusa há pelo menos um ano e meio. Tadinhos dos homens da casa... sim homenSS. Para complicar um pouco minha situação, não tenho uma menina em casa para dividir estas estranhezas e me apoiar. O jeito é tentar driblar, conviver e torcer para que, assim como ela veio precocemente e sem avisar de maneira decente, que se vá da mesma forma.

Beijos,
Ana.

Neide moriconi
Reply 15 de March de 2018

Consuelo, perfeita sua carta a esta dita cuja Menopausa. A minha me deixou sangrando com 47 anos,por seis meses,tentei por diversas formAs convencer minha Gineco a tirar meu útero, em vão! Já tinha três filhos e uma lQueadura ao 29 anos. Após este período do nada ela parou, e tentei não fazer reposicao hormonal,tentei tudo ou se pode imaginar "natural", não funcionou, todos os sintomas descritos por vc eu tinha, inclusive levar à noite p um banho. Tenho um nódulo no seio esquerdo benigno, importante ressaltar. Enfim, um dia decidi ter qualidade de vida e fui p a Tibolona, minha amiga inseparável. Em nada afetou minha saúde, não engordei, meu nódulo continua igual, e o mais importante, libido, e pele em dia. Há um ano tentei parar com a TIBO, hoje íntima, RSSs, minha pele ressentiu, minha lubrificação e elasticidade tb. Voltei correndo para os bracos da Tibolona e seremos inseparáveis, enquanto viva eu ficar. Kkkkkkkkk
Já se passaram 16 anos e continuo firme aqui.
Parabéns pelos suas postagens, sempre deliciosas e oportunas.

Ângela Cunha
Reply 16 de March de 2018

Super me identifiquei. Só que comecei muito cedo. Com 47 anos tive que retirar meu útero e um.ovario....mas tenho aprendido a lidar com a situação. Mesmo.porque não quero reposição hormonal.

Gilyla Marques
Reply 16 de March de 2018

Admiro a sua sensibilidade e inteligência. Você transfere ânimo e se mostra verdadeira sempre. Parabéns pelos seus textos inquietos e provocadores. É impressionate a identificação dos papéis que você assume.Maê, mulher, profissional, pessoa, cidadã...

    consueloblog
    Reply 18 de March de 2018

    muito obrigada pelas tuas palavras! bjs c

Rosangela
Reply 19 de March de 2018

Força na peruca, colega! Só te digo que passa. Como tudo, aliás. Paciência! Peça paciência ao Rob também! Beijo!

Ivone Marins
Reply 20 de March de 2018

Consuelo, adorei seu post sobre a Menopausa. Gostaria de reproduzi-lo em meu site. Tudo bem?

    consueloblog
    Reply 21 de March de 2018

    Lógico! Basta colocar o crédito com o link para o meu post, ok? bjs c

consueloblog
Reply 30 de March de 2018

Nosssaaaaa!! Foram tantos os comentários e tão bacanas!!! Nem deu para responder a todos mas passo para dar um beijo e obrigada!!! c

TEREZA - CASA TRÈS CHIC
Reply 20 de April de 2018

Nunca, na história desse país, li uma descrição tão precisa e bem humorada quanto a desta vilã, que vem para nos tirar paciência, sono e roubar a suposta juventude, pelo menos aquela que nos esforçamos em acreditar que "realmente" temos.
Também não tomo hormônios, o que faz com que me sinta uma verdadeira guerreira vicking - tão suada quanto elas, no meio da noite,
Beijos e nunca, em hipótese alguma, deixe que que menopausa ou outras abominações tire essa sua vitalidade e bom humor.

    consueloblog
    Reply 23 de April de 2018

    Rsssss! obrigada! bjs c

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *