O amor tem poder sobre a guerra: Feliz “Dia do Desarmamento”!


Já que o amor não se limita a um dia só, temos mais um texto sobre ele pelos olhos, e coração, da querida amiga do Salotto, Luciene Felix Lamy.

O amor tem poder sobre a guerra: Feliz “Dia do Desarmamento”!

Pintor oficial da corte de Napoleão, Jacques-Louis David (1748-1825) foi o maior representante do estilo neoclássico. Inspirado pelo Renascimento (especialmente pelo renascentista Rafael Sanzio) e pelos deuses greco-romanos, o virginiano legou obras belíssimas.

Marte desarmado por Vênus e as três Graças (1824). Essa foi a última obra de Jacques-Louis David. Museu Real de Belas Artes de Bruxelas, Bélgica.

Marte desarmado por Vênus e as três Graças (1824). Essa foi a última obra de Jacques-Louis David. Museu Real de Belas Artes de Bruxelas, Bélgica.

Vamos a uma breve análise da obra?

Na cena acima, em algum lugar do Olimpo, emoldurados por uma cornija ricamente decorada com aplicações de folhas douradas e alicerçado por dezesseis colunas gregas (embora só possamos enxergar dez) em estilo coríntio, temos os olímpicos Ares (Marte) e Afrodite (Vênus), seu filho Eros (Cupido) e as três Graças: Aglaé (brilhante), Tália (verdejante) e Eufrosina (alegria da alma).

Vermelho é a cor do sangue, da paixão, do furor, do amor! Sobre um enorme lençol vermelho e também trajando um manto vermelho, o deus da guerra está recostado num sólido e também adornado recamier (é também de Jacques-Louis David a famosa obra “Madame Récamier”). No apoio de um de seus pés lê-se o nome do autor e a data da obra.

Jacques-Louis David detalhe das Graças

As graças estão completamente nuas, levemente ruborizadas e adornadas somente com uma guirlanda de flores. Uma delas se apressa em recolher o escudo adornado com alto relevo de cenas de guerra e o arco do intratável e temido deus da guerra, enquanto outra carrega seu elmo, que ostenta uma crina vermelha no alto. E a do meio, solícita, traz a ânfora e a taça, para servir-lhe a inebriante bebida de Dioniso (Bacco): o vinho.

Observem que, embora Marte ainda esteja segurando sua lança na mão direita, ele já estica seu braço esquerdo entregando sua espada. Seu semblante é sereno, e à frente de seus órgãos genitais, duas delicadas pombinhas brancas bicam-se com ternura.

Jacques-Louis_David detalhe

Eros (Cupido), filho de Afrodite (Vênus), olha diretamente para nós (a sorridente Graça, acima, que segura ao escudo e o arco também), enquanto desamarra delicadamente as sandálias de Ares. Ele traz um belíssimo porta flechas transpassado em seu corpinho, enquanto seu arco (mais poderoso até mesmo que o de Apolo) e suas duas flechas estão no chão: a de ouro (com a sete voltada para o quadro), que compele, inspira e desperta ao sentimento de amor e outra com ponta de chumbo (com a seta para fora do quadro), que repele, provocando repulsa e aversão ao amor.A deusa do amor e da beleza, Afrodite, está completamente nua, adornada apenas de um diadema em prata e ouro. De pele bem alva, seu corpo revela um silhueta mais esguia que as deusas/musas renascentistas e, mirando o alto da fronte de Ares, eleva sua mão para coroá-lo com uma delicada guirlanda de flores finalizada com um laço dourado.

Jacques-Louis David detalhe Vênus

O clima é de serenidade, sensualidade e extrema delicadeza. O que virá depois? Bem, deixemos a imaginação, assim como a paixão, correr solta. Feliz “Dia dos Namorados” a todos os apaixonados do Salotto. Bjs, lu.

YOU MIGHT ALSO LIKE

ASTROLOGIA: O quarto (e o parceiro ideal) de cada signo!
October 12, 2017
Qual a viagem ideal para cada signo?…
June 26, 2017
Qual o vestido de noiva ideal para o teu signo!
May 15, 2017
Previsões para 2017!!! Pela Prof. Luciene Felix Lamy
January 02, 2017
Meu mapa astral… parte 2
August 09, 2016
Meu mapa astral… parte 1
August 08, 2016
ASTROLOGIA: Plutão no mapa – morte & renascimento!
July 22, 2016
ASTROLOGIA: Netuno no mapa & na alma! por Luciene Felix Lamy
June 24, 2016
O 1º regresso e trânsitos de Saturno: momentos cruciais em nossas vidas!
April 15, 2016

30 Comments

Denise Luna
Reply 13 de June de 2015

Lu, como sempre, você é uma craque e sabe escolher temas dentro das artes para todas as ocasiões.
Bjs

    Andrea - Curitiba
    Reply 13 de June de 2015

    Faco minhas as palavras de nossa querida De. Parabens pelo belo post, querida Lu!! Bjs.........

      luciene felix lamy
      Reply 13 de June de 2015

      Boa semana de desarmamento, Andrea!

    Maria Vilma
    Reply 13 de June de 2015

    Oi, De! Desculpa está dando esse recadinho aqui... Só hoje, vi o seu comentário sobre colocar a minha foto na mandala... O meu receio é porque é definitivo e eu sou um pouco resistente à "inflexibilidade"...rsrsr...
    Beijos, Amor!
    Ps: estou pensando...rsrsrs

      Gloria Jane Melo
      Reply 13 de June de 2015

      Olá Maria Vilma,
      Se você quizer colocar sua foto na mandala, não é nada definitivo. Você pode clicar a foto e será direcionada ao site gravatar, e com seu login e senha você poderá excluir a foto, trocar foto, etc. Sugiro que você tente com foto de algo (exemplo, uma flor) e tente excluir. Se tudo der certo, poderá decidir melhor se quer colocar a sua foto,
      Abracos.

        Maria Vilma
        Reply 14 de June de 2015

        Boa, Glória! Vou fazer...!
        Obrigada, querida!
        Lindo domingo pra vc!

      luciene felix lamy
      Reply 13 de June de 2015

      Olá, MaVi,
      Podes alterar a tua foto quantas vezes quiseres, amiga. Apenas criando um perfil no "gravatar.com" vc será identificada com ele em seus comentários pela web, é isso. Bjs, lu.

        Maria Vilma
        Reply 14 de June de 2015

        Oi, Lu! Obrigada! Estou com a minha internet muito ruim...Vou tentar fazer, amanhã, no trabalho... a internet lá é bem rápida...
        Bjs!

    luciene felix lamy
    Reply 13 de June de 2015

    É que há arte para todos os mitos e mitos para todas as ocasiões, amiga. Essa (ocasião) é das + sublimes, sem dúvida!

    Que salto vertiginoso, não? Do Renascimento (pulando o Maneirismo, o Barroco e o Romantismo) ao Rococó! Mas foi por essa eterna (que paradoxo) exceção. Acordei ontem e, num instante redigi o texto. Nossa donzela aprovou e, ei-lo aqui: Jacques-Louis David e seu suntuoso "rocaille". Esse estilo também é chamado "Pompadour". Inspirador, não? Bjs, lu.

Mar
Reply 13 de June de 2015

Obrigada por mais um belo post! Imagino q não deve ter sido fácil a escolha...mas este neoclássico retrata uma questão contemporânea. Nosso mundo tão cheio de violência carece de amor...e essa tela transmite encantamento.
Bjsssssssss

    luciene felix lamy
    Reply 13 de June de 2015

    E é justamente por isso que é um "crássico", como dizia um amigo: sempre atual. Sim, Mar...Tão carente de amor. Que sempre nos encantemos com a doçura e a beleza de Afrodite (Vênus). Obrigada por ter vindo conferir, amiga. Bjs, lu.

Marina Di Lullo
Reply 13 de June de 2015

Que tela linda Lu!! Amor agraciado, Marte se rende ao amor e Vênus traz uma coroa de flores nas mãos, para coroá-lo. Quanta beleza e encantamento!!! Beijos

    luciene felix lamy
    Reply 13 de June de 2015

    E eis o indômito, ousado e destemido deus da guerra rendido, desarmado, refém do Amor e da beleza. Quanta doçura os mitos e os artistas nos ensinam, Marina. Zilhões! lu.

Mia Athayde
Reply 13 de June de 2015

E num momento relax, ganhamos de presente uma aula sobre o encontro para o descanso e o amor ...
Delicioso o seu relato, Lu!
E, já já, Ares vai olhar um olhar 43 para as três Graças que vão pegar Eros pelas mãos e sair de fininho.
As flechas e o arco ficam e, então, Ares, pega Afrodite pela cintura e se entregam às delícias do namorar com muitos beijos e carinhos gostosos!
Bjsssssssssss

    Jovita Agra
    Reply 13 de June de 2015

    Sem sombra de dúvidas que o final deste capítulo tem esta sua interpretação. Mia. Gostei do "olhar 43", é bem isso mesmo.
    Obrigada por mais esta aula, Mestre Lu.
    Bjos Salotto.

      luciene felix lamy
      Reply 13 de June de 2015

      Jovita, esse casal já protagonizou cada final... Ela é casada! Mas o marido, Hefestos (Vulcano) só pensa em trabalho!!! (risos)
      Nessa obra, creio que tenha sido isso mesmo: um enlace de corpos, "daqueles", dos deuses! Grata por apreciares, amiga. Mil beijos, lu.

    luciene felix lamy
    Reply 13 de June de 2015

    Ui! Delicioso (e lindo!) esse o amor. Zilhões, Mia.

Maria Vilma
Reply 13 de June de 2015

Flecha no alvo!!! Post liiiiinnndooooo!!!
Mais uma vez, a arqueira Lu lança as suas flechas e com mira certeira... acerta em cheio os nossos corações!!!...
Lembrei-me do slogan dos anos 70, "Faça amor, não faça guerra". O amor é tudo aquilo que precisamos... Amor em tudo e de todas as formas... Amar sempre...!!!
Amor... muito amor... é a coisa que eu mais quero para mim, para o meu amado e para todos os amados e amores desse amado Salotto!!!
Feliz dia dos namorados!!!
MaVi

    luciene felix lamy
    Reply 13 de June de 2015

    Então foi a flecha de Ouro!
    Foi com uma dessa que Jacques-Louis nos atingiu, MaVi.
    Amar sempre! Feliz "Dia do desarmamento", amiga! Bjs, lu.

Gloria Jane Melo
Reply 13 de June de 2015

Um lindo post. É bom ser levada a enxergar detalhes que nem sempre são vistos por olhos menos treinados. É uma linda oportunidade de aprender conhecimentos tão generosamente compartilhados.

    luciene felix lamy
    Reply 13 de June de 2015

    Que felicidade é compartilhar, amiga!
    E de qual dos detalhes você mais gostou, Gloria?
    Mil beijos, lu.

      Gloria Jane Melo
      Reply 14 de June de 2015

      Todo o quadro é lindo, porém sem sem lhe acompanhar eu não teria observado o olhar de Eros, os detalhes do porta flechas, a entrega da espada. Ao saber o nome das tres Graças, também olhei mais para elas, é como se apesar de estarem no segundo (ou terceiro) plano, ganhassem importância e finalmente (por ter uma amiga chamada Aglaé), gostei de saber que este nome significa brilhante.
      Feliz Domingo!

Daniela G.C
Reply 14 de June de 2015

Que post belissimoooo!!!Adoroooo os mitos e Afrodite não poderia ser diferente......E que maravilha de tela.... Fiquei encantada!!! Obrigada querida lú por mais essa beleza!!!Bjsssss

    luciene felix lamy
    Reply 16 de June de 2015

    Olá, Daniela,
    Afrodite (Vênus) sempre inspirou belíssimas obras.
    Conferiremos muitas delas por aqui, amiga.
    Zilhões!!! lu.

Alexandra
Reply 14 de June de 2015

Lú-fessora-querida, é sempre um prazer e um assombro ler seus textos e ir reparando em cada detalhe que nos explica.
Obrigada amiga! Muito amor sempre em tua vida!

    luciene felix lamy
    Reply 16 de June de 2015

    É sempre um prazer trazer um pouco de beleza aos olhos e ao espírito, Alê. E há mais detalhes a serem explorados: repare que não mencionei a guirlanda no peito de Ares (Marte) nem essa "fita/faixa/cinto" (?) vermelho em sua cabeça, que bem pode ter sido brincadeira de Eros (Cupido). Muito amor em sua vida também, amiga! Zilhões, lu.

Andreia Mota
Reply 14 de June de 2015

Minha querida Lu, como não se permitir deixar a mente correr solta como a paixão? É um prazer, um dever e uma obrigação vivenciar o que Deus fez de melhor para a humanidade, o amor. Parece loucura, mas se existe vida em outros mundos, será que existe este sentimento tão arrebatador? Obrigada pelo presente em forma de post, beijão em todos vocês.

    luciene felix lamy
    Reply 16 de June de 2015

    Não há mesmo como não se permitir, Andreia.
    Vivenciemos! Noutros mundos, não faço a menor ideia... Obrigada por apreciares e comentares, amiga. Zilhões!

Estê Toledo
Reply 15 de June de 2015

Lu tô adorando este clima muito amor, aixão pouca guerra e menos ainda roupa, afinal do jeito que a coisa ta parada neste país, os numeros de trabalho diminuindo, sem grana pra comprar roupa, acho que o negócio é relaxar e gozar tal qual uma outra "deusa" butocada do Olimpio Tupiniquim citou, em tempos saudosos vividos em fartura regalada tranbordante!!! hihihi nos entreguemos ao amor, que contra este não há lei... pelo menos ainda não... mas é melhor aproveitar que vai que eles começam a querer taxar tb!!! kkkkk
Beijo grande, não me leve a mal profanar seu vasto, poderoso e poetico conhecimento, juro que estou lendo aprendendo e correndo atrás para um dia me tornar uma pessoa iluminada assim como vc... bjbjbjbjbj

    luciene felix lamy
    Reply 16 de June de 2015

    Estê, meu querido!
    É uma alegria vê-lo por aqui, menino. Que profanar que nada! Desfrute de todo amor do mundo, sem taxa! E, inspire-se no design desse suntuoso e robusto recamier para suas obras. Somos todos de LUZ! Zilhões, lu.

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *