Menorca!!!! Quando uma viagem vira uma surpresa feliz!


Ser surpreendida é o que busco em tudo na vida.  Quando acordo pela manhã e abro a persiana de casa como também quando contemplo as passarelas de moda.  Procuro algo que mexa comigo mas que também seja inusitado.  Um modo novo de ver as coisas.  Tudo isto é um começo meio poético para dizer que foi o que aconteceu na nossa viagem a Menorca.  Ficamos ultra surpreendidos com uma ilha pequena que oferece grandes coisas!

Uma das ilhas Baleares espanholas (veja post das outras que conheci também: Mallorca AQUI, Formentera AQUI e Ibiza AQUI), deste pequeno paraíso nada sabia. Mas ele me deu um tapa de beleza, civilidade e bom gosto.  Mais ele ia se revelando à minha frente, mais eu me surpreendia!   A natureza é corajosa, linda, quase arrogante com um mar turquesa que cava a pedra branca e friável nas altas paredes rochosas ao sul, e praias a mar aberto sem fim ao norte com sua rocha vermelha e preta vulcânica.

As paredes de rocha calcária no sul da ilha contrastam com as praia ao Norte

 

As praias ao norte da ilha

Ciutadella, a maior cidade da ilha que já foi capital, esnoba uma belíssima praça construída no início do século XX, apesar de sua história conter passagens dos antigos romanos, mouros, ingleses e finalmente a nobreza espanhola.  Hoje as ilhas Baleares tem um governo próprio que faz parte da Espanha.

Óculos Miu Miu com lentes transitions de grau que fiz na Óticas Rio Preto e o brinco é Caleidoscopio

Roberto Leone e Paulo Cuenca, os dois fotógrafos, se tornaram amigos na viagem!

O pequeno e pitoresco mercado de peixe em Ciutadella tem acima de cada balcão o nome do barco pescador.  O da carne ao lado é todo quadriculado de verde e branco.  Ao redor lindos barzinhos colocam suas mesinhas ao sol e o tudo se ilumina nas manhãs.

O mercado de peixe

e de carne

Dani Noce, sempre perfeita!

Os barzinhos ao redor dos mercados em Ciutadella

Seus portos são lindos e passam uma enorme paz.   O vento anima lindos barcos a vela e  o turismo traz alegria nos meses do verão.  Ouvindo os locais falarem, se entende que desenvolver o turismo excessivo não é o objetivo, e sim manter a qualidade de vida local.

O porto de Ciutadella

O porto de Fornells, uma cidadezinha de pescadores

Fornells

A gastronomia tradicional é como a de Mallorca com o Pan Boli (pão rústico grelhado com o tomate cheio de suco da ilha amassado em cima com azeite) e a sobrasada, mas aqui os queijos também defendem importância mór.  São deliciosos!  Outro prato típico é uma sopa de lagosta, a Caldereta de langosta.  Adoramos os restaurantes: Café Balear (considerado o melhor da ilha) e um com um Molino (simples mas fantasticamente simpático e cheio de locais), estou procurando o nome pois perdi o cartão!

Antes do jantar tivemos uma demonstração de como fazer maionese com só a gema do ovo, vinagre e azeite. Parece que a maionese foi inventada em Menorca!

Todo o menu a base de peixe

Além da arquitetura local apresentar as influências das várias civilizações que por aqui passaram, é impressionante a sofisticação e originalidade sem pretenção das lojas, hotéis, bares e restaurantes de Menorca.  Vejam só que maravilha o Hotel Tres Sants em Ciutadella

E vejam o Barbabar em Fornells

A igreja de Fornells

Vi lojas lindíssimas com uma curadoria ímpar!  Era domingo, portanto estavam fechadas, mas deu para ver que são lindas!
A maior indústria da ilha é a de calçados.  A marca Pretty Ballerina, que tem loja em São Paulo, é daqui.  E as sandálias menorquinas também vêm de Menorca.

A original feita com restos de pneu como sola

E a versão contemporânea. Todos as usam, dos reis aos pescadores

Alguns anos atrás, um inseto destruiu os vinhedos locais.  Mas estão replantando.  Devido ao solo rochoso, o vinho tem um característico gosto mineral.  Surpreende!  Visitamos um onde tomamos o café da manhã.
Também vale muito a pena alugar um barco para visitar as mais de 130 praias da ilha!!  Algumas chega-se só por água ou trilha!
E para terminar a nossa visita a esta ilha fabulosa, fomos ao Cova d’en Xoroi, um bar dentro de uma caverna.  Uma das coisas mais lindas que já vi!!  E lá é especial ver o pôr do sol.  No verão tem balada!

Se não abrir, por favor clique AQUI.
O inverno é tranquilo em Menorca.   E quando perguntei ao capitão do nosso barco o que se faz naqueles meses ele respondeu: “Se vive!  Vemos mais a família, viajamos, passeamos e absorvemos o que a ilha tem de melhor a oferecer.”  É isso, eles também se surpreendem e é essa mentalidade que rege Menorca.

YOU MIGHT ALSO LIKE

Mallorca!
May 08, 2017