Porque a Mona Lisa é o quadro mais famoso do mundo?

Mona Lisa, Leonardo da Vinci 1503-1519

(Tradução em Português abaixo…)

You can ask anyone: “Which is the world’s most famous painting?”  and the answer always is: “Mona Lisa”!  But why?!  There are other beautiful paintings and although there are only about 16 paintings by Leonardo da Vinci left in the world, why this one?

After seeing the Leonardo exhibit in London last week, this question bored my mind!  I could find no definitive answer in the www, as there probably is none… but discussing with friends and reading up on it, here is my humble and non scientific conclusion:

Its notoriety stems from its creation.  The great Leonardo did few paintings, even fewer non religious ones.  So this is a rarity.  The Mona Lisa also breaks, in a beautiful way, many painting paradigms of the Renaissance, like the pose, composition, use of light and technique which created beautiful nuances, transparency and shades never seen before.  Therefore, in the 1500, it was already a much admired painting.

It was taken by Leonardo to France when he went to work for King François I in 1516 and never left that country.  During its private ownership, even Napoleon, a notorious admirer of this painting,  placed it in his bedroom!  After that it has always belonged to the Louvre museum, augmenting the exposure of this piece of art and therefore its mass enticement.

In 1911 it was stolen by an Italian patriot, Vincenzo Peruggia, who believed the painting should return to an Italian museum.  He hid in a broom closet at night and took the painting away under his coat.  He stayed with it for 2 years in his apartment!!  When trying to sell it to the Uffizi Museum in Florence, he was discovered and the painting recovered.  After touring Italy, it was returned to the Louvre in 1913.  The story was highly publicized.

In the middle of the XXth century artists like Dalí, Duchamp and Botero created caricatures of what was becoming a very well known painting, spreading its notoriety to people that might not be renaissance painting lovers.

Marcel Duchamp's Mona Lisa LSOOQ (1919)

Autoretrato com Mona Lisa (1954)

 

From 1962 to 1963, the Mona Lisa was lent to the United States for an exhibit in New York and D.C., it was assessed for 100 million USD, which today would be more than 720 million dollars.  That certainly won it a lot of publicity aside from making it a more familiar painting in the big american market.

During its U.S. tour, in 1963,  Andy Warhol also immortalized the Mona Lisa in one of his colorful series.

Thrity are Better than One (1963)

Then there was the Da Vinci code…

Ever since, the Louvre has certainly worked on the Mona Lisa’s notoriety to advertise its museum which is in one of the world’s most visited cities, Paris.  The continuous incidents worthy of the news plus the sheer volume of viewers that go through the Louvre has made the Mona Lisa’s fame, at this point, a self fulfilling prophecy…

Today, more than 6 million people see the painting in the Louvre every year!

—————————–

Você pode perguntar a qualquer um: “Qual é a pintura mais famosa do mundo?”e a resposta sempre é: “Mona Lisa”! Mas por quê?! Existem outras belas pinturas  no mundo de Leonardo da Vinci, para ser exata, 16.  Destas, poucas não são de tema religioso.  Mas por que esta é a mais famosa?

Depois de ver a exposição de Leonardo no National Gallery, em Londres na semana passada,  esta questão não sai da minha mente! Não consigo encontrar nenhuma resposta definitiva na www…então, discutindo com amigos e lendo sobre ela, aqui está a minha humilde conclusão:

A notoriedade da Mona Lisa  existe desde o seu início. Leonardo pintou pouco, ainda menos sem temas religiosos. Portanto, esta é uma raridade. A Mona Lisa também quebra muitos paradigmas da pintura do Renascimento, como a pose, composição, uso da luz e da técnica que possibilitou lindas nuances, transparência e tons nunca antes vistos.  Portanto já em 1500 foi era um quadro admirado.

Ela foi levada por Leonardo para a França quando ele foi trabalhar para o rei François I em 1516, nunca mais saindo daquele país.  Por um tempo, no início de 1800, Napoleão, um admirador importante da obra até a colocou em seu quarto! Depois disso, sempre pertenceu ao museu do Louvre onde finalmente pôde começar a ser visto pelo público em geral.

Em 1911 a Mona Lisa foi roubada por um patriota italiano, Vincenzo Peruggia, que acreditava que a pintura deveria pertencer a um museu italiano. Ele se escondeu em um armário do Louvre de noite e carregou a pintura debaixo do casaco para fora do museu. Ele permaneceu com ela por dois anos em seu apartamento! Ao tentar vendê-lo ao Museu Uffizi de Florença, foi descoberto. Depois de uma turnê pela Itália a pintura foi devolvida ao Louvre em 1913.  Escreveu-se tanto desta estória na época!

Em meados do século XX artistas como Dalí, Duchamp e Botero criaram caricaturas do que se estava tornando uma pintura muito importante e trazendo a imagem mesmo a quem não tinha familiaridade com a pintura do Renascimento. (Fotos das pinturas acima)

De 1962 a 1963, a Mona Lisa foi emprestado aos Estados Unidos para uma exibição em Nova York e DC.  Na ocasião, ela foi avaliada a 100 milhões de USD, que hoje seriam 720 milhões de dólares! Certamente este fato valeu muita publicidade!

Durante a turnê da Mona Lisa pelos EUA, em 1963, Andy Warhol também imortalizou a pintura em uma de suas séries coloridas, popularizando a imagem! (imagem acima)

Depois, houve o Código Da Vinci …

Desde então, o Louvre tem certamente trabalhado na notoriedade da Mona Lisa para atrair visitantes ao seu museu.  Por estar em uma das cidades mais visitadas do mundo, Paris, hoje em dia 6 milhões de pessoas já a viram e a conhecem.

Os vários incidentes dignos de notícia, além do volume de pessoas que passam pelo Louvre fazem a fama da Mona Lisa, neste momento, uma auto-profecia … vocês concordam?…

Amanhã a minha visita à exposição de Leonardo da Vinci no National Gallery de Londres!

Did you like this? Share it:
This entry was posted in Ecletic and tagged . Bookmark the permalink.

13 Responses to Porque a Mona Lisa é o quadro mais famoso do mundo?

  1. Ana Laura Rabelo says:

    Oi Consuelo,tudo bem? O que mais me impressiona e o fundo da pintura. E cheio de detalhes, acho lindo. Parece uma pintura dentro de outra pintura! E incrível! Bj,AL

  2. Roberta says:

    Há muitos quadros famosos, discutir qual seria o mais mais chega a ser até divertido. Agora, já vi muita gente se decepcionando com o tamanho da Mona Lisa! Quase precisa de um binóculo hehehe!
    Bj enorme, adorei o post!!!

  3. Ana Cristina says:

    O “problema” não é nem o tamanho do quadro, mas a distância que a gente é obrigado a ficar dele em razão da multidão que está sempre naquela sala. No ano passado, levei meu filho (então com 5 anos) para vê-la no Louvre; ele já tinha ficado bem impressionado com a parte do Egito e quando viu o quadro fez questão de ficar de costas, tamanha a decepção! Acho que a fama vem tb da genialidade do pintor, atestada em outras obras de arte e “engenhocas” que impressionam até hoje. Bjo!

  4. Anna Paula says:

    Consuelo, Estou lendo um livro interessantíssimo sobre esse tema, o livro se chama “O roubo da Mona Lisa” de Darian Leader. O livro parte do roubo que aconteceu em 1911 para explorar um terreno que muito me interessa e um tanto quanto enigmático: o que uma obra de arte provoca? Um obra de arte pode ser considerada como tal se não estiver colocada sobre o olhar de um observador? Veja o pequeno texto que apresenta o livro, acho que ele pode lhe interessar: “Quando a Mona Lisa foi roubada do Museu do Louvre em 1911, mais de 24 horas se passaram antes que alguém percebesse seu desaparecimento. Depois, multidões acorreram para ver o espaço vazio onde o quadro estivera exposto. O que poderia ter atraído tanta gente a ficar de olhos pregados numa parede branca e vazia? Era incontável o número dos que nunca tinham entrado no museu para ver uma pintura. Pode o comportamento dessas pessoas nos dizer algo sobre as razões que nos levam a olhar para obras de arte, por que artistas as criam e por que têm de ser tão caras? “. Esse é um tema que me fascina, a questão do observador e do observado, que muitas vezes pode parecer banal e pueril, mas que ao meu ver é bem complexa e para lá de humana. Darian explora esse tema pela via da psicanálise, recorrendo à Freud e especialmente a Lacan, que muito se interessou e que com muito contribuiu para esse tema. Ah, mais um detalhe importante: o ladrão disse que “tinha posto primeiro seus olhos num outro quadro, mas, ao passar pela Mona Lisa, teve a estranha sensação de que ela lhe estava dedicando um sorriso”. No mínimo curioso! Ana Cristina, o livro também fala um pouco da grande fama que a tela adquire após se tornar um “espaço em branco no Louvre”, um objeto desaparecido. Para quem se interessar pelo tema eu recomendo, é uma boa leitura! Consuelo, gosto muito das imagens do blog, são poéticas!

  5. Bárbara Carvalho de Oliveira says:

    Uma amante de arte como eu, adora obras renascentistas e Mona Lisa, não fica de fora. Adorei o post e gostei do seu ponto de vista. Também seria legal se você falasse um pouco de arte de vanguarda. Bj sou uma leitora assídua e parabéns pelo blog, muito sucesso.

  6. Cláudia Prado Reis says:

    Muito interessante a sua colocação!!!
    Muito bom esse post!
    Bjs,
    C

  7. Carolina says:

    Eu sempre achei que era por conta do sorriso dela q uma vez eu li sobre isso num trabalho de escola
    Alguma coisa do tipo, se você olhar pro centro do quadro ela tá normal mas se vc olhar mais perifericamente ela parece sorrir. alguma coisa assim, nunca entendi mt bem ahhaha mas como tb eu não entendo de arte, fica complicado

  8. thalita says:

    amoooooooooooooooo mmonalisaaaa

  9. Arthur Santos says:

    Credoooooo pq zuarum a Mona dc geitooooo????????????!!!!!!!!!!!

  10. pauloroberto says:

    Ele é famoso por conta que é um quadro perfeito ,pois possuí o número de ouro em várias formas isso o faz perfeito

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>