Ground Zero…recomeçando…


DSC00474Fomos visitar o September 11 Memorial no ground zero.  É forte, emocionante, mexe contigo e a arquitetura de uma beleza incrível!!

DSC00534 DSC00478 DSC00480 DSC00472 DSC00473 DSC00469 DSC00532

Os dois quadrados onde estavam as torres antes, hoje são uma enorme fonte onde água escorre com força e jorra, estranhamente, em uma enorme paz num quadrado vazio e breu ao centro.  Cercando-a, os nomes de todos que perdemos naquele dia.

DSC00527

Ground Zero...

Ground Zero…

DSC00482

Perto “asas” do arquiteto Calatrava indicam a futura parada do metro.

DSC00479

DSC00491

O "rendering" de como ficará!

O “rendering” de como ficará!

Ao lado está o museu.

A entrada do museu por fora...

A entrada do museu por fora…

DSC00487 DSC00488 DSC00490

 

Dentro, algumas das poucas peças que sobraram da estrutura do Twin Towers impressionam.  E pouco a pouco se passa por peças, sons, vídeos, vozes e fotos que contam daquele dia inacreditável.  Fiquei muito impressionada com a gravação na secretária eletrônica de um rapaz que dizia estar bem na segunda torre minutos antes do segundo impacto.  Tudo é feito com elegância e respeito.  Tem um espaço onde cada nome é citado com uma mini biografia.  Vimos um filme onde o Presidente Bush, Condoleeza Rice e Rudolph Giulianni contam como os fatos aconteceram naquele dia, e outro que mostra a reconstrução da área.

De dentro duas vigas que sobraram...

De dentro duas vigas que sobraram…

DSC00492 DSC00493

O que aconteceu...

O que aconteceu…

DSC00497 DSC00499

Aquele dia...

Aquele dia…

DSC00506

As palavras de quem ficou...

As palavras de quem ficou…

As imagens de quem viu...

As imagens de quem viu…

O espaço é lindo e te "absorve"

O espaço é lindo e te “absorve”

DSC00505 DSC00504 DSC00508 DSC00507 DSC00511

Uma das poucas escadas usadas para escapar do prédio.

Uma das poucas escadas usadas para escapar do prédio.

Um dos carros de bombeiros que ficou embaixo da queda das torres...

Um dos carros de bombeiros que ficou embaixo da queda das torres…

O museu também conta da construção das torres.

O museu também conta da construção das torres.

Eu gostei, achei lindo.  Mas se você é mais sensível, pense bem antes de ir.  Mexe mesmo!

Meu pai e eu voltamos em silêncio...

Meu pai e eu voltamos em silêncio…

YOU MIGHT ALSO LIKE

Nova Iorque Whitney Museum!
April 04, 2016
Páscoa em Nova Iorque
April 01, 2016
Passeando por Nova Iorque: dicas do que fazer e onde comer!
March 30, 2016
Expo incrível em NY: Unfinished no novo museu Met Breuer
March 28, 2016
Compartilhando a Playlist dos anos 70!
September 02, 2015
Passeando pelo Upper West Side de Nova Iorque e jantando no Red Rooster!
August 31, 2015
Nova Iorque – Hotel Baccarat
August 30, 2015
Nova Iorque – The Met com China Through the Looking Glass e Central Park
August 29, 2015
Nova Iorque… High line
August 27, 2015

49 Comments

teresa
Reply 14 de January de 2015

É impressionante o poder de um espaço desenhado para promover a reflexão...

    Cassiano Lopes
    Reply 14 de January de 2015

    Comentário perfeito Tereza!

      Cassiano Lopes
      Reply 14 de January de 2015

      *Teresa, sorry! É que Tereza com z era o nome da minha avó! Bjocas!

      Luciene Felix Lamy
      Reply 14 de January de 2015

      "Comentário perfeito Teresa!"²

    consueloblog
    Reply 14 de January de 2015

    Bem dito Te! (não vou arriscar no s ou z ;-) ) bjs c

    Christine Geissler
    Reply 14 de January de 2015

    Concordo Teresa...a unica reação é mesmo o silencio...putzzzzzz

      teresa
      Reply 15 de January de 2015

      Eu, sendo arquiteta "das antiga", me incomodo um pouco com alguns espaços-espetáculo, carregados de materiais e luzes e ainda assim sem sentido. Esse me parece o oposto, bacana, moderno, mas incrivelmente respeituoso com o tema.

Susanna
Reply 14 de January de 2015

Im so upset about the events in Paris,( soorry for writing a book about it on the MMMxJG post :-§ !!!) that so obviously, have a connection with 09/11.
All I want is to send you some love and a hug.
Lets share some laughter and pictures , beautiful clothes and friends...lets enjoy
chez dede is posting lovely pictures on IG (PU)

X
Su

    consueloblog
    Reply 14 de January de 2015

    They are the best on IG and on pictures of Pitti Uomo!! I am having lunch with them tomorrow and will send my love to you through them! bjs c

Cassiano Lopes
Reply 14 de January de 2015

Wow... As imagens falam por si só. É uma intesidade de sentimentos e sensações quando visitamos lugares como esse, com uma história impressionante e impactante. Visitei dois museus parecidos, o "The Holocaust Museum" em Washington D.C. e "The Anne Frank Museum" em Amsterdã. Fiquei impressionado e saí de ambos com a cabeça à mil, pensando no sofrimento das pessoas e nos momentos de desespero e incerteza que cercaram suas vidas. Bjocas amada.

    consueloblog
    Reply 14 de January de 2015

    É assim mesmo! Daí sinto a responsabilidade de viver feliz, justamente pela sorte de poder fazê-lo! bjs c

      Cassiano Lopes
      Reply 14 de January de 2015

      Certíssima! Bjocas.

        Maria Benincasa
        Reply 14 de January de 2015

        Lady, compartilho 100% desse sentimento. A responsabilidade de reconhecer a felicidade na nossa vida, que é super!!!
        Eu fico bem mexida mesmo com essas coisas também Cassi! Acabei de ler A Bibliotecária de Aushwitz e....demorei para me recuperar!
        Então, vamos espalhando bons sentimentos e alegria!!!
        bjs da roça

          Cassiano Lopes
          14 de January de 2015

          Quero ler esse livro Maria! Ouvi a respeito e vou comprar. Bjo e obrigado pela dica!

Norma Cardoso
Reply 14 de January de 2015

As fotos ficaram sensacionais. O teu Post em si já é uma homenagem e um convite à reflezão. Escolhestes bem a companhia para à visita: todos sentiram o fato, mas os nativos, bem mais ... Grata por compartilhar.

    consueloblog
    Reply 14 de January de 2015

    bjs e obrigada Norma! c

Sara de Oliveira
Reply 14 de January de 2015

Quando os atentados aconteceram eu tinha 9 anos. Lembro-te de ver na televisão e não perceber nada. Estive em Nova Iorque no décimo aniversário do 11 de Setembro e nada mexeu mais comigo do que estar no local onde tudo aconteceu... Ver as ruas das imagens que acompanharam a minha infância... Imaginar o fumo, a aflição e as pessoas a correrem... Foi uma experiência subliminar.

Obrigada pelas suas fotografias e relato Consuelo, um dia que voltar a Nova Iorque vou querer muito viver tudo isto de perto!!

    consueloblog
    Reply 14 de January de 2015

    Sara tem um filme lá que mostra a "onda" de pó, quando a primeira torre caiu, correndo pelas ruas como água e as pessoas fugindo, correndo dela. Se ve de dentro de um prédio e ela passa pela janela, é impressionante...nunca se esquece uma imagem assim! bjs c

Janisete Miller
Reply 14 de January de 2015

Lindo post, Consuelo! Suas fotos ficaram sensacionais.
Muito forte e muito tocante. Ainda não conheço o Memorial, ainda estava em obras na última vez que fui a NYC, e gostei muito de conhecê-lo pelo seu olhar.
Os US são meu segundo lar por ter vivido lá vários anos - uma época muito feliz da minha vida - e por ter família (meu marido é americano) e grandes amigos lá. Lembro-me do dia do atentado como se fosse hoje - meu marido estava nos US naquele mês e temos família e amigos nos 3 pontos que foram atingidos (NYC, DC e PA), então imagine minha aflição no dia... meu cunhado tinha uma reunião no WTC naquele fatídico dia que felizmente foi cancelada e uma prima nossa havia terminado uma internship lá um dia antes...
Obrigada por compartilhar e que sirva sempre de reflexão...
bjs,

Maria Vilma
Reply 14 de January de 2015

Imagino que seja algo, realmente, muito perturbador...Consuelo, visitar um lugar
tão carregado de fortes e inesquecíveis lembranças, assim, de perto... Nossa!
Esse acontecimento mudou a história do mundo... e de cada um de nós em
particular... Lembro-me de cada detalhe desse dia, onde estava o que estava
fazendo... da minha sensação terrível de angústia, impotência... incredulidade...
Obrigada pelo trabalho, querida!
Bjs, MaVi

Andreia Mota
Reply 14 de January de 2015

Me lembro deste dia exatamente como hoje, estávamos fazendo naquele dia oito anos de casados, eu na cama e de repente a casa foi enchendo de gente, chegaram meus pais, depois minha sogra e meu sogro, minha vizinha. Todo mundo fazendo a mesma pergunta: Está tudo bem com você? Uma hora a ficha caiu e resolvi perguntar, minha sogra chorando foi contando a história e me pedindo para manter a calma (eu estava grávida e de repouso absoluto), liguei a TV e precisei desligar, foi pensando no meu filho que consegui resistir ao choro. Ainda hoje sinto o peito apertar quando lembro, estive em NY e esta área ainda estava em obras, mas só de passar pelo local, tive a mesma sensação. Observando as imagens consigo sentir o silêncio do local e a reflexão do que somos neste mundo, nada. Você está coberta de razão em dizer que tem a "responsabilidade de viver feliz", todos nós. Um beijo querida e obrigada pelo capricho no preparo deste post pra lá de especial.

Ruth Kakogiannos
Reply 14 de January de 2015

Que homenagem mais maravilhosa Consuelo! Fiquei morrendo de vontade de conhecer o ground zero!
Quando aconteceram os ataques eu ja estava morando na Grecia. Mas morei nos EUA ate julho de 98! Me lembro tambem como se fosse hoje quando vi na tv aqui ja era de tarde, eu chorei em frente a TV, nao acreditava no que estava vendo! Eu tb tenho muitos amigos nos EUA, vivi anos muito felizes la. Visitei as torres qdo fui a NY, o restaurante no topo...ainda nao voltei depois dos ataques, mas esta na minha lista. E depois desse lindo post tornou- se prioridade!
Um beijo querida e vamos ser felizes! Because life is like a box of chocolates you never know what you are gonna get....bjs

    Cassiano Lopes
    Reply 14 de January de 2015

    Ruth você mora na Grécia??? Que sonho!!! Meu destino em futuras férias. Temos que trocar figurinhas! Beijocas.

      Ruth Kakogiannos
      Reply 15 de January de 2015

      Oi Cassiano! Eu morei aqui por dez anos, onde meu filho nasceu. Meu marido é grego. Em 2009 fomos para o Brasil, mais especificamente Jaboticabal, de onde eu sou. Esse ano, 2015, resolvemos passar 6 meses em Londres, onde passamos o Natal e para onde voltamos no domingo. Ano novo passamos aqui com amigos e familia.
      No verao estaremos de volta! Portanto se vc vier durante o verao podemos nos encontrar por aqui! E qq dica que quiser é so pedir, estou as ordens. A Grecia é linda e com uma historia riquissima, com a vantagem que a crise deixou tudo barato por aqui (comparado com 2004, no auge, com as Olimpiadas em casa!)
      Um beijo,

        consueloblog
        Reply 15 de January de 2015

        A Maria Benincasa também é de Jaboticabal.! bjs c

        Cassiano Lopes
        Reply 15 de January de 2015

        Ai Ruth! Que tudo! Quero sim suas dicas! Minha intenção nas férias de agosto/setembro é ir para Amsterdã (meu QG na Europa) e de lá passar alguns dias na Florença e um pit stop em Bruxelas, apenas para rever amigos. E se der tempo, quero sim conhecer a Grécia! Qual lugar você sugere para uma viagenzinha rápida, tipo 04 dias? Beijocas e muito obrigado pela sua gentileza em compartilhar comigo suas dicas!

Mia Athayde
Reply 14 de January de 2015

A mesma humanidade que destrói, rasga a gente de tristeza e mata com a certeza de que é esta a redenção, constrói.
Constrói templos de memória, reflexão e comunhão como o Ground Zero.
E, como toda certeza a energia do respeito, da tolerância e do amor é muitíssimo mais forte e poderosa para edificar!
Lindo seu post de hoje!
Lets be Happy!
:))

    Cassiano Lopes
    Reply 14 de January de 2015

    Lindo Mia!!!

Sandra Matos
Reply 14 de January de 2015

Sou professora de História...falo...reflito...penso muito sobre esse tema e outros mil com meus alunos o tempo todo. Vejo, constato e percebo que o homem evolui muito tecnologicamente, mas socialmente, está e é complicado desde sempre...a intolerância. ..a falta de respeito de amor são contundentes. A sociedade precisa evoluir para além das vaidades.. .dos preconceitos. ..do egoísmo . Precisamos da evolução do amor ao próximo.
Consu...que espetáculo esse post. ..cheio de emoção . Quero conhecer esse lugar...Agora mais.
Beijos querida.

Cecilia Souza
Reply 14 de January de 2015

Lindo post!!! É para pararmos é pensarmos em tudo... E dar o devido valor as coisas pequenas da vida... Um sorriso, um abraço, um chamego... Obrigada, por dividir isso conosco. Bjs a todos

Andrea - Curitiba
Reply 14 de January de 2015

Realmente mexe e muito com as pessoas! Naquele ano, exatamente uma semana antes dos atentados, eu estava voltando para casa depois de ter passado uma grande temporada no Maine e ter ido ao Canada. No voo de Montreal para N.Y., sentada ao lado de uma filipina que estava indo pela primeira vez para N.Y., mostrei a ela pela janela com o aviao quase pousando, as torres gemeas.....Meses depois voltei a N.Y. e fiquei muito tocada com todo aquele ¨memorial¨ na antiga igreja em frente aos destrocos...Logo adiante, pedacos de ferros contorcidos, em outro pequeno ¨memorial¨....Na epoca tudo isso me tocou muito, fiquei muito emocionada....Ano passado estive neste novo espaco e foi mais emocao...Tambem visitei o memorial feito as vitimas do aviao que caiu na Pensylvania. Pensar que vc esta ali onde um aviao caiu devido a um grupo de pessoas que tentaram fazer algo( suas vozes foram ouvidas no celular) para que o aviao nao fosse de encontro a capital....Atos de bravura, amor pela patria ...O mundo nunca mais sera o mesmo...Bjs...

    Andreia Mota
    Reply 15 de January de 2015

    Querida, bom dia!
    Eu mostrei este post ontem para o maridão e um fato é claro para todos nós, cada ser humano tem um filmezinho próprio deste dia. Poderia ter sido algo magnífico como a primeira cirurgia cardíaca intrauterina, mas infelizmente aquele dia será motivo de reflexão para muitas gerações. Você está corretíssima em dizer que o mundo nunca mais foi o mesmo desde então, beijo grande.

      Andrea - Curitiba
      Reply 15 de January de 2015

      Great comment, Xara!! Bjs........

Marina Di Lullo
Reply 14 de January de 2015

A frase da foto me tocou profundamente Consu. Sim, somos como palha carregada pelo vento, mas a memória do que fomos e do que fizemos ficará. Às vítimas da tragédia eu oro por luz e aos seus familiares, amor e compaixão.

Carla Di Pietro
Reply 14 de January de 2015

Nossa! Só de ver as fotos a gente se emociona. Imagina o sentimento de ver tudo de perto. E todos nós lembramos onde estávamos naquele 11 de setembro

Marly Papa
Reply 14 de January de 2015

Acho que nenhum ser humano ficou igual dps deste dia , todos os nossos sentimentos mais profundos foram remechidos , me lembro que passei desde o impacto do primeiro avião na torre até a noite enfrente a TV assistindo , sem acreditar a que ponto havíamos chegado. , lembro tb de assistir a um filme que foi feito contando a estória vista pelos bombeiros que trabalharam naquele dia e não consegui ficar no cinema , de tanto que chorei , parecia que estava lá , revivendo tudo outra vez , acho que vou ficar bem tocada qdo for conhecer o museu !!!!

Jovita Agra
Reply 14 de January de 2015

Não há como ficar insensível ao fato do 11 de Setembro, e menos ao visitar este local. Suas fotos retratam tão perfeitamente que dá para emocionar. Quero conhecer, sim, e quero também me emocionar, chorar, rezar mais uma vez pelas vítimas e suas famílias, e tudo mais a que temos direito. E no final, o silencio também, quem sabe... É o sentimento que fala mais alto. Bjos.

Daniela Giuliboni Coelho
Reply 15 de January de 2015

Oi Consu fiquei sem luz 2 dias aqui por causa da chuva ai já viu né nada funciona mais já fui ver os posts e comentei claro!!!!Falando nisso me emocionei muito com esse post principalmente a foto da fonte onde a água escorre naquele quadrado vazio achei forte aquilo......me tocou de uma maneira que meus olhos ficaram marejados de lágrimas e pensar nos entes queridos que essas pessoas perderam e que poderiam até ser nossos familiares. É terrível......rezo para que essas centenas de vidas que se foram tenham encontrado a paz.

maria valéria de moraes
Reply 15 de January de 2015

Lindo e muito emocionante, ainda quero conhecer.

consueloblog
Reply 15 de January de 2015

Lindos os comentários a este post tão importante e emocionante! Estava viajando e não deu para responder um a um, mas mando uma abraço, aliás, um "group hug" a todos! bjs c

    Andreia Mota
    Reply 15 de January de 2015

    Recebido o seu abraço em tempo real!!!! Beijão amiga querida :)

      Maria Vilma
      Reply 15 de January de 2015

      Recebido com todo carinho...!
      Bjs, querida!

Luciana de Oliveira
Reply 15 de January de 2015

Acabei de abrir a página do blog e vi seu post.
Vou explicar o porque não vou lê-lo.
Em 2001 eu era executiva de uma importante seguradora americana..
Eu tinha uma viagem marcada para o dia 11/09, para participar de uma reunião em uma das maiores corretoras do mundo que ficava na 1a torre do WTC no 70º andar.
Porém, na semana anterior um cliente carioca tinha tido sua casa assaltada e queria ser atendido pessoalmente por mim.
Bufando de raiva pelo exagero deste cliente, cancelei minha viagem e fui atendê-lo no Rio.
4 dias depois, estou em uma sala de reunião com meus superiores quando um VP entra na sala correndo e pede para ligarmos a TV pq uma avião tinha colidido com o WTC.
Quando ligamos a TV e vi o replay da cena, cai sentada na cadeira, não sei explicar como me senti, pq estava assustada e chocada com aquilo mas sentia uma gratidão enorme por não estar ali, bem ali onde o avião bateu no 70ºandar.
No mesmo dia eu tinha uma reunião no Rio, pra resolver o sinistro daquele mesmo cliente. Dentro do avião eu só pensava que tinha tido uma segunda chance e naqueles míseros 45 minutos fiz um balanço da minha vida até ali.
Vida que eu considerava grande, maravilhosa, eu com 30 anos, alta execuitva, morando sozinha, viajando horrores, mas namorando a 5 anos num relacionamento vazio.
Sem perspectiva de melhorar no âmbito pessoal, nunca nem tinha parado para pensar se queria ter filhos.
Depois deste dia comecei a ver as coisas de outra maneira.
Meu namorado perdeu a graça e desisti dele. Comecei a namorar o meu animado amigo, que 6 meses depois me chamou pra morar com ele e logo em seguida formamos uma família.
Vi que meu emprego não me preenchia mais e eu não queria deixar minha filha e marido de lado para me dedicar 110% a uma empresa, e assim pedi demissão e resolvi cuidar deles.
Mas o mais importante é que hoje eu amo, sou amada e muito, muito mais feliz.
Toda vez que a vida me traz um aborrecimento que demora a encontrar um jeito de lidar, abro minha agenda de 2001 e vejo o risco em cima do dia 11/09 e agradeço a Deus pela minha segunda chance.
Ainda assim, eu não consigo ler, assistir ou passar perto do Ground Zero, perdi muitas pessoas queridas, e por eles eu só posso orar.

Um beijo grande,

    Andrea - Curitiba
    Reply 15 de January de 2015

    Tocante comentario Luciana! Que bom que vc esta feliz!!! Bjs....

      Maria Vilma
      Reply 15 de January de 2015

      A Andy tem razão, Luciana. Muito tocante mesmo a sua
      história.
      Há muito tempo, devido à acontecimentos em minha vida,
      eu tenho como um dos meus lemas, o que disse
      Dalai Lama: "Não conseguir o que se quer, às vezes, é um
      tremendo golpe de sorte.".

Luciana de Oliveira
Reply 15 de January de 2015

Concordo Mavi, foi um super golpe de sorte. Graças a Deus!

Daniela Giuliboni Coelho
Reply 16 de January de 2015

Aquele dia não estava no seu destino Lú não erá para ser!!!!! Felicidades sempre bjsss.

maria luiza fontoura
Reply 18 de January de 2015

Consuelo,

Embora seja uma obra linda e monumental, as suas belas fotos conseguem sintetizar a emoção e o gde respeito à tantas vidas que ali se foram.
um beijo,
Bisa

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *