Falar de Amor… por Cris M. Zanferrari


Refletindo sobre amor.  A nossa querida e intuitiva colaboradora, Cris M. Zanferrari, dona do blog Mania de Citação e do Instagram Prosa Poesia, nos traz uma reflexão super introspectiva!  Como sempre…  obrigada Cris!

falar de amor

Foto do Instagram de Cris, ProsaPoesia

PRETEXTO PARA FALAR DE AMOR

Cris M. Zanferrari

O dia dos namorados já passou, mas continua sendo junho, o mês do amor. Ao menos assim se convencionou. E convenções, ao contrário do amor, são pré-estabelecidas, anunciadas, sacramentadas. Amor que é amor foge a todas as regras, bule com a previsibilidade, não se submete a códigos sociais. Amor que é amor não carece de definição, não se explica e a verdade é que nem pode muito o amor. Aliás, pode muito pouco o amor.

Amor não passa de sentimento, e sentimentos não curam doenças incuráveis, não impedem atropelamentos, não protegem contra a violência social, não saciam a fome, não cessam as guerras, não são o bastante para mudar o curso de um rio. Amor_ esse sentimento_ é inapto a tomar para si a dor alheia. Por mais que se ame, o amor é impotente para a cura.

Que pouco ou nada pode o amor foi coisa que li em livro. Coisa dura, áspera, de difícil digestão. Mas compreensível e aceitável. Diz o personagem, velho pai acamado, diante da impossibilidade de amparar e cuidar de suas filhas: “Que pode o meu amor fazer por elas? O amor não tem instrumentos. Tem os instrumentos do prazer. Nada mais. É um evento em si mesmo. Às vezes pode-se fazer correrem, para os seres a quem se ama, os rios da alegria e da fartura. Mas é por acaso. Seu amor, no fundo, não é responsável por isso.” O amor, sendo só sentimento, não dispõe de instrumental para nada além de amar.

Mas ouso dizer que se o amor pode pouco, amar pode mais. Porque amar faz bem _ sobretudo_ a quem ama. Amar é o que dá sentido à vida, muito mais do que ser amado. Pessoas são amadas e nem por isso abandonam as drogas. Pessoas são amadas e ainda assim cometem suicídio. Pessoas são amadas e nem sempre amam a quem as ama. Ser amado é bom, é importantíssimo, mas não é o suficiente. Amar é que é vital. É que as pessoas só mudam a si e ao mundo quando elas mesmas descobrem, decidem ou aprendem o que é amar. Amar o que quer que seja: uma pessoa, um bicho, uma causa, um estilo de vida, uma doutrina religiosa, a natureza. É que amar, e só amar, plenifica, dignifica, justifica a nossa existência. É quando amamos _ não quando somos amados_ que encontramos a nossa razão de ser. É, pois, só na passagem de objeto a sujeito do amor que nos salvamos.

E não, não estou dizendo que amar e ser amado, amar e ser correspondido, não seja a graça das graças, o final feliz que tanto perseguimos e ambicionamos. Mas falar disso seria quase que falar exclusivamente do amor romântico, o que seria, por fim, limitar o amor. E quando se fala em amor, nada há que se limitar.

Enfim, voltamos ao calendário, e ainda é junho, é ainda o mês do amor. E convenções à parte, a verdade é que sempre é tempo para se falar das coisas do coração, porque este sim [o coração] é que é “o relógio da vida”, e afinal, “quem o não consulta, anda naturalmente fora do tempo.”

——————————————————————————————————————————

 

Did you like this? Share it:

YOU MIGHT ALSO LIKE

Pra não dizer que não falei de moda… por Cris M. Zanferrari
May 26, 2017
Por mais lua, conhaque (ou música)
April 12, 2017
presente
Que presente dar?…
March 06, 2017
Damos pouco valor ao que é grátis?…
February 03, 2017
Mãe – Rivotril
November 23, 2016
Da carta ao blog: lições da escrita
September 12, 2016
Dia feliz por Cris M. Zanferrari
August 11, 2016
O que melhora o mundo por Cris M. Zanferrari
July 13, 2016
De juízes e juízos por Cris Zanferrari…
May 19, 2016

27 Comments

Karoline Fernandes
Reply 16 de June de 2017

O amor é bom mas as vezes ele te prega umas peças.... Te faz ficar diferente... Meio fora do ar.... Por outro lado se a gente não falar o que pensa e sente pode ser que esse amor vá embora e não volte nunca mais...

    Cris M. Zanferrari
    Reply 16 de June de 2017

    Verdade, Karoline!!
    O amor precisa ser dito, falado, anunciado, como bem versificou nosso poeta maior: "Quero que todos os dias do ano/ todos os dias da vida/ de meia em meia hora/ de 5 em 5 minutos/ me digas: Eu te amo."
    Bjo, querida!!

      Karoline Fernandes
      Reply 16 de June de 2017

      Eu não fiz isso a tempo... E agora não posso fazer mais nada...

Elines andrade
Reply 16 de June de 2017

Que texto lindo!!! Definição perfeita , no meu entendimento .
Adorei!

    Cris M. Zanferrari
    Reply 16 de June de 2017

    Que bom que gostou, Elines!!
    Muito obrigada, querida!!
    Bjssssss

Celina Takara
Reply 16 de June de 2017

Que texto perfeito sobre o amor, sobre o ato de amar! Parabéns, Cris! Você sempre se superando com os teus lindos textos! Amei!!!

    Cris M. Zanferrari
    Reply 16 de June de 2017

    Celina querida,
    Muito me alegra saber que tenha gostado!!
    Obrigada, de coração!!
    Bjo afetuoso

Jovita Agra
Reply 16 de June de 2017

Ah Cris, você e suas prosas/poesias sempre tão bonitas... E este post falando de amor, então... Que lindo! E amar faz um bem danado. Obrigada e bjo.

    Cris M. Zanferrari
    Reply 16 de June de 2017

    Ô, se faz!! Amemos, pois!!
    Muito obrigada, querida!!
    Bjo com todo meu afeto pra vc, Jovita!!

Glória Jane Melo
Reply 16 de June de 2017

Quero apenas cinco coisas:
Primeiro é o amor sem fim
A segunda é ver o outono
A terceira é o grave inverno
Em quarto lugar o verão
A quinta coisa são teus olhos
Não quero dormir sem teus olhos
Não quero ser… sem que me olhes.
Abro mão da primavera para que continues me olhando...
Pablo Neruda
Não preciso dizer mais nada...
Bjosss Cris
Adorando seus textos

    Cris M. Zanferrari
    Reply 16 de June de 2017

    Glória querida!!!
    Que coisa liiiiiiiiinda esse poema!!!
    Muito obrigada por trazer ainda mais amor para o Salotto!!
    Bjo grande

Marina Di Lullo
Reply 16 de June de 2017

Cris, que texto lindo!! Amar, amar e amar, nunca é o bastante, posto infinito. Além do céu e das estrelas, por todos os mares e oceanos, para amar não há tempo ou espaço, sutil como uma nuvem, perceptível como uma montanha, nasce pedra bruta para brilhar, brilhar. Beijo grande amiga, beijo grande Consu, Marina

    Cris M. Zanferrari
    Reply 16 de June de 2017

    Marina, minha querida!!
    Muito obrigada pelas sempre tão gentis e amáveis palavras!! Isso é puro incentivo, sabia??
    Bjo enorme pra vc!!

    consueloblog
    Reply 19 de June de 2017

    bjs

Marisa
Reply 17 de June de 2017

Lindo texto sobre o amor !!
Adorei !!

    Cris M. Zanferrari
    Reply 17 de June de 2017

    Que bom que gostou, Marisa!
    Muito obrigada!!
    Bjs, amiga!!

Andrea - Curitiba
Reply 18 de June de 2017

Essa eh a nossa grande e talentosa Cris!! Bjsss

    Cris M. Zanferrari
    Reply 18 de June de 2017

    Andrea querida!!
    Você ter vindo aqui pra deixar esse recado tão amável... nem sei como agradecer!!
    Bjo grande e afetuoso pra vc!!

Mia Athayde
Reply 19 de June de 2017

Cris, que bom começar o dia te lendo aqui!!!!!
Teu texto é bordado e costurado com um esmero ímpar !
Que bom desafiar o cérebro com as tuas construções nada óbvias!
E quanto ao amAr, muitooooo bem aventurados aqueles que o conseguem, que descobrem como existir com esta bênção!
E viva o amar !!!!!!
Bjs e uma ótima semana a vc, Cris e a vc, querida Consuelo!

    Cris M. Zanferrari
    Reply 19 de June de 2017

    Mia, minha querida!!
    Fiquei toda prosa com essas suas tão amáveis palavras!!! Fico encantada com essa gentileza e carinho que é a pessoa tirar um tempo para comentar!!
    Mil agradecimentos a você, amada!!
    Bjo afetuoso

    consueloblog
    Reply 19 de June de 2017

    Super bem colocado Mia, "construções nada óbvias" Por isto adoro os textos de Cris.
    bjs
    c

      Cris M. Zanferrari
      Reply 20 de June de 2017

      Ahh, vocês são uns amores!!!
      Muito obrigada!!!!!!
      Bjssssss afetuosas!

Marta Oliveira
Reply 20 de June de 2017

Que lindo e verdadeiro texto...adoro suas colaborações por aqui! Beijocas grandes

    Cris M. Zanferrari
    Reply 23 de June de 2017

    Obaaaa! Adorei saber, Marta!!
    Muito obrigada, querida!!
    Bjo afetuoso

sonia campos
Reply 21 de June de 2017

Olá ,Cris seus textos são um aprendizado que permanecem na alma e no coração,AMOR (AMAR) , amar sempre incondicinalmente aos seus mais proximo,abrços.

    Cris M. Zanferrari
    Reply 23 de June de 2017

    Muito obrigada, querida Sônia!!
    Abraço carinhoso pra vc!!

Cleuza Lopes de Oliveira
Reply 25 de June de 2017

Boa noite,

Simples assim, amar nos liberta da obsessão de querer ser amado, amar transforma nossas atitudes, nos possibilidade um olhar tranquilo, sem julgamentos, sem cobranças e ao mesmo tempo nos dá o privilegio de ser quem somos.
Belo e profundo texto Cris.

Abraços!

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *